Fãs do Facebook podem cair. Snapchat dá o empurrão

  • Ana Batalha Oliveira
  • 22 Agosto 2017

O fantasma do Snapchat assombra a popularidade da rede social de Mark Zuckerberg. É a primeira vez que o Facebook sofre perdas no número de utilizadores -- e são os mais jovens que começam a desligar.

O Snapchat tem vindo a conquistar os mais jovens: os fãs nesta faixa etária sobem enquanto no Facebook descem… e ficam abaixo dos do rival. O Facebook está assim na eminência da primeira quebra de utilizadores da sua história.

As previsões apontam para uma quebra de 3,4% nos utilizadores do Facebook entre os 12 e os 17 anos de idade até ao final do ano. Esta quebra vai colocar o número de jovens que utilizam o Facebook nos 14,5 milhões, abaixo dos 15,8 milhões que preferem o Snapchat. O alerta vem do grupo de pesquisa eMarketer.

O alcance dos anúncios do Facebook para os jovens entre os 13 e os 24 também vê o fantasma de fundo amarelo desaparecer na sua frente. A publicidade no Snapchat ultrapassa os 26 milhões de pessoas atingidas por dia, o teto alcançado pelo Facebook, avança o Financial Times citando fontes que têm contacto com os dados. A margem, apesar de pequena, é significativa para os anunciantes que queiram lançar publicidade de última hora.

A Google parece interessada em explorar o potencial da rede social Snapchat. De acordo com o Business Insider, a compra da rede social está em discussão entre as duas empresas desde que o Snapchat entrou em bolsa, no início do ano. Contudo, os resultados não são animadores: apesar da subida no segundo trimestre, a aplicação de mensagens instantâneas ficou aquém do que esperavam os analistas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fãs do Facebook podem cair. Snapchat dá o empurrão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião