Trump pressiona fecho na Europa, BCP faz cair Lisboa

O Presidente norte-americano regressou às declarações polémicas esta quarta-feira. E os investidores não gostaram. Em Lisboa, desempenho negativo do BCP deixou PSI-20 abaixo da linha de água.

BCP, EDP e EDP Renováveis. Este trio de pesos pesados nacionais colocou a bolsa portuguesa em terreno negativo, em nova sessão de perdas na Europa. Com os investidores à espera do início da reunião dos bancos centrais em Jackson Hole, nos EUA, o que eles ouviram de Donald Trump foi o suficiente para mostrar alguma aversão ao risco.

O PSI-20, o principal índice português, caiu 0,35% para 5.173,09 pontos. Numa sessão de baixa liquidez devido ao período de férias, Lisboa acompanhou o sentimento negativo que se registou nos pares europeus, perante o desempenho negativo das ações do banco liderado por Nuno Amado e das ações do universo EDP, que caíram entre 0,4% e 0,7%. Para o BCP, que encerrou nos 0,2263 euros foi mesmo a sétima sessão de quedas, igualando o mais longo ciclo de quedas desde junho de 2016.

Outros destaques foram a Sonae e a REN. No caso da retalhista, as ações perderam 0,31% para 0,96 euros, antes de apresentar contas ao mercado. Os analistas esperam um lucro de 38 milhões de euros no segundo trimestre do ano. Quanto à gestora da rede elétrica, que viu o seu projeto para um gasoduto no Douro ser chumbado pela CCDR-Norte, as ações caíram 0,43% para 2,79 euros.

No total, apenas quatro cotadas nacionais sobreviveram a uma sessão que também se revelou negativa na Europa. As perdas nas principais praças europeias acentuaram-se depois de Donald Trump ter feito um ultimato ao Congresso norte-americano por causa do financiamento do muro que pretende construir na fronteira com o México.

“Se tivermos de parar o nosso Governo, vamos construir aquele muro”, afirmou Trump num discurso aceso proferido em Phoenix. “De uma forma ou de outra, vamos ter aquele muro”, assegurou.

Neste cenário, e em vésperas do importante encontro anual dos banqueiros centrais em Jackson Hole, nos EUA, o Ibex-35 de Madrid caiu 0,69%, numa das piores performances europeias. Em Paris, Frankfurt e Milão, as quedas situaram-se entre os 0,3% e 0,5%.

"Se tivermos de parar o nosso Governo, vamos construir aquele muro. De uma forma ou de outra, vamos ter aquele muro.”

Donald Trump

Presidente dos EUA

(Notícia atualizada às 17h00)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Trump pressiona fecho na Europa, BCP faz cair Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião