PIB ajuda Wall Street. Tweet de Trump nem por isso

Desde o terceiro trimestre de 2014 que a economia norte-americana não crescia tanto. Contudo, os investidores ainda não se esqueceram da ameaça da Coreia do Norte.

É uma revisão em alta: a segunda estimativa do gabinete de estatísticas económicas dos EUA aponta para um crescimento da economia na ordem dos 3%, acima dos 2,6% da primeira estimativa. Wall Street respondeu de forma positiva nos primeiros momentos de transação, mas as bolsas estão em rumo incerto. Um novo tweet de Donald Trump sobre a Coreia do Norte está a preocupar de novo os mercados.

Conversações não são a resposta“, declarou o presidente dos Estados Unidos no seu Twitter. Num momento em que as bolsas europeias recuperam de um dia de perdas, Wall Street abriu mista, sem rumo certo, alternando entre pequenas quedas e valorizações. Às 14h42, o Dow Jones permanecia praticamente inalterado nos 21.865,51 pontos. Já o S&P 500 valorizava 0,05% para os 2.447,59 pontos e o Nasdaq subia 0,31% para os 6.321,40 pontos.

Esta terça-feira Donald Trump tinha dito que “todas as opções estão em cima da mesa”. Na análise de Brian Jacobsen, estratega citado pela Reuters, “quando o presidente diz que ‘todas as opções estão em cima da mesa’, a melhor estratégia para os investidores é, por vezes, não fazer nada”. Jacobsen diz que, apesar da turbulência geopolítica e do desastre no Texas, a economia está “resiliente”.

A puxar pelos mercados estão os números económicos mais positivo face ao esperado. A economia norte-americana cresceu através do aumento do consumo interno e do investimento de não residentes. Em contrapartida, a despesa dos Estados federais foi revista em baixa, contribuindo menos para a recuperação económica.

Além de aumentar o passo do crescimento face ao primeiro trimestre, a economia dos EUA no segundo trimestre superou o ritmo de recuperação dos últimos dois anos. Para ver um número superior a 3% é preciso recuar ao segundo e ao terceiro trimestre de 2014, quando a economia subiu mais de 4%. O desempenho da economia é um dos principais fatores que vai pesar na decisão da Fed de aplicar um novo aumento da taxa de juro ainda este ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PIB ajuda Wall Street. Tweet de Trump nem por isso

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião