BCP começa celebrações mais cedo e anima Lisboa

  • Juliana Nogueira Santos
  • 31 Agosto 2017

Na próxima segunda-feira irão celebrar-se os 30 anos do BCP em bolsa, mas a festa chegou primeiro ao mercado. O banco reverteu perdas e animou o índice nacional.

Após quatro sessões seguidas a registar desvalorizações, tendo atingido mínimos de maio deste ano, os títulos do BCP voltaram a terreno positivo com grande pompa e circunstância. O banco escalou 3% nas vésperas de celebrar o seu 30.º aniversário em bolsa. Com a maioria das cotadas pintadas de verde, o PSI-20 animou e avançou pelo segundo dia consecutivo.

Das 19 cotadas, 11 encerraram a sessão a ganhar, quatro a perder e quatro inalteradas, levando a bolsa nacional a subir 0,87% para cotar nos 5.156,67 pontos. O principal destaque vai para o banco liderado por Nuno Amado que, depois da pressão vendedora dos últimos quatro dias, chegou a avançar 4,48%. Terminou o dia a ganhar 3,10% para 0,2230 euros.

A EDP e a Jerónimo Martins também seguiram pelo caminho da valorização, com a elétrica a avançar 1,26% para 3,23 euros, e a retalhista a ganhar 0,60% para 16,76 euros. No setor energético, a Galp foi a única cotada a encerrar a sessão desta quinta-feira a perder. Caiu 0,18% para os 13,91 euros.

PSI-20 regista segunda sessão consecutiva a ganhar

Para além da petrolífera, apenas a Altri, a Semapa e a Pharol terminaram em terreno negativo, perdendo 0,68%, 0,07% e 0,62% respetivamente.

Por entre os seus pares europeus, o índice nacional foi o que mais avançou. Contudo, o otimismo dos investidores foi comum às restantes praças, com o Stoxx 600 a avançar 0,82%, o IBEX-35 a ganhar 0,56% e o DAX a subir 0,51%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP começa celebrações mais cedo e anima Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião