Economia mais forte anima Wall Street

Dados económicos positivos animam bolsas norte-americanas, que mantêm a tendência de ganhos registada há cinco sessões consecutivas. Petróleo continua a valorizar após tempestade tropical.

As bolsas norte-americanas abriram a valorizar esta quinta-feira, acompanhando a tendência do outro lado do Atlântico. A marcar o dia está uma série de indicadores positivos que renovaram o entusiasmo acerca da resiliência da economia norte-americana, assim como da economia chinesa.

Neste contexto, o índice S&P 500 abriu a avançar 0,46%, pela quinta sessão consecutiva. O Dow Jones somava 0,31%. E o tecnológico Nasdaq, que brilhou na sessão passada ao valorizar mais de 1%, valorizava agora 0,39%.

A forte criação de emprego nos Estados Unidos em agosto, assim como dados provisórios que apontam para uma aceleração do crescimento económico no segundo trimestre, estavam a dar gás às bolsas. Ao mesmo tempo, as bolsas beneficiavam de bons ares vindos da Ásia, face a dados positivos da atividade industrial na China.

Face a isto, as preocupações acerca da escalada das tensões entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte voltam a passar para segundo plano, enquanto a tempestade tropical Harvey continua a condicionar a atividade petrolífera na costa do Texas.

Desde logo, esta quarta-feira, a maior refinaria do país suspendeu a atividade devido às cheias. A tragédia está a fazer subir os preços do petróleo, com o WTI a valorizar 1,24% e a negociar em Nova Iorque nos 46,49 dólares o barril. O tempo agora é de reconstrução. As estimativas apontam para estragos que poderão representar 1% do PIB norte-americano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Economia mais forte anima Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião