Tratores inteligentes? Os John Deere vão matar ervas daninhas

  • Juliana Nogueira Santos
  • 8 Setembro 2017

A John Deere comprou uma startup que aplica inteligência artificial às alfaias agrícolas. O resultado desta junção poderá ser uma nova geração de tratores inteligentes.

A empresa apostou na inteligência artificial para identificar e matar ervas daninhas.John Deere

A inteligência artificial chegou aos gigantes da agricultura. A produtora de tratores e alfaias agrícolas norte-americana John Deere investiu 305 milhões de dólares na aquisição da Blue River Technology, uma startup que quer pôr as ferramentas agrícolas a aprender.

A principal tecnologia da Blue River chama-se “See & Spray” e, com a ajuda de sensores e câmaras, identifica as plantas que encontra no caminho. Se estas forem invasoras, borrifa-as individualmente com pesticida, enquanto se fizerem parte da colheita, borrifa-as com fertilizante. Todas estas opções podem ser personalizadas pelo agricultor, para permitir à máquina aprender o máximo possível.

Para além desta tecnologia, a Blue River disponibiliza ferramentas como aparadores de alfaces e software que analisa as colheitas através de imagens captadas por drones. Com esta aquisição, a John Deere poderá transformar os seus tratores em tratores inteligentes, levando os agricultores a poupar em mão de obra e fitofármacos.

A John Deere estará também a trabalhar em tratores autónomos, mesmo antes dos gigantes automóveis se focarem nesse campo, mas, até agora, o maior avanço foi a incorporação de ferramentas de navegação assistida nos tratores e a captação de imagens no momento das colheitas, para que o condutor consiga avaliar a qualidade do produto.

Comentários ({{ total }})

Tratores inteligentes? Os John Deere vão matar ervas daninhas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião