Aeroportos nacionais movimentam 24 milhões de passageiros até junho

O movimento de passageiros nos aeroportos nacionais está a aumentar a um ritmo que ronda os 20%. Só por Lisboa, passaram quase 7 milhões de passageiros em três meses.

Os aeroportos nacionais movimentaram quase 24 milhões de passageiros no primeiro semestre deste ano. Os dados são divulgados, esta quinta-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que dá conta de que o movimento de passageiros está a aumentar a um ritmo que ronda os 20%.

Entre abril e junho deste ano, aterraram nos aeroportos nacionais cerca de 56 mil aeronaves em voos comerciais, um aumento de 12% face a igual período do ano passado. Nestes meses, o número de passageiros movimentados, entre embarques, desembarques e trânsitos diretos, ascendeu a 14,5 milhões, mais 20,6% do que há um ano. Já no primeiro trimestre, os aeroportos nacionais tinham movimentado 9,4 milhões de passageiros.

Feitas as contas, foram mais 23,9 milhões de passageiros que passaram pelos aeroportos portugueses durante o primeiro semestre de 2017. Há um ano, o número de passageiros nesse mesmo período pouco passava os 20 milhões — houve um aumento superior a 19%.

Este ritmo de crescimento é bastante superior ao dos principais indicadores de turismo. No conjunto dos sete primeiros meses do ano, o número de hóspedes da hotelaria nacional aumentou 9,6% e o número de dormidas subiu 8,5%. Isso pode significar duas coisas: primeiro, os portugueses também estão a viajar mais. Contudo, o tráfego internacional respondeu pela grande maioria (81,5%) do movimento total de passageiros, pelo que há outra explicação: há ainda vários passageiros a passarem por Portugal, mas a não pernoitarem no país ou a ficarem por muito pouco tempo. Recorde-se que a estada média no país está abaixo das três noites.

A taxa de ocupação das transportadoras também está a melhorar significativa. No segundo trimestre deste ano, a oferta de transporte nos aeroportos nacionais totalizou 16,9 milhões de lugares, o que significa que a taxa de ocupação, tendo em conta o total de passageiros movimentados, foi de 85,8%. No segundo trimestre do ano passado, tinha sido de 79%.

Açores cresce mais, Lisboa responde por quase metade

O aeroporto de Ponta Delgada foi o que registou o maior aumento no segundo trimestre. Nesse trimestre, o movimento de passageiros no aeroporto açoriano disparou 29,8%. Esta tendência de crescimento acentuado mantém-se desde 2015, quando se deu a liberalização do espaço aéreo açoriano e as companhias aéreas low cost passaram a voar para o arquipélago.

Apesar de os Açores registarem o crescimento mais expressivo, é Lisboa que reforça cada vez mais a sua quota. O movimento de passageiros no aeroporto da capital aumentou em 23,1% e a Portela acabou por atingir uma quota de 47,9% do movimento total de passageiros. Assim, Lisboa movimentou, ao todo, 6,9 milhões de passageiros no segundo trimestre deste ano. Em Faro, o movimento aumentou em 19,8% e no Porto a subida foi de 17,6%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Aeroportos nacionais movimentam 24 milhões de passageiros até junho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião