IRS Automático eleito a “melhor iniciativa de 2017”

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) venceu um prémio da Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade da Informação (APDSI). O IRS Automático foi o galardoado.

O fisco português ganhou o prémio de “Melhor Iniciativa” deste ano com a implementação do IRS Automático. O galardão foi atribuído na semana passada pela APDSI, refere o comunicado do Ministério das Finanças enviado esta terça-feira. Entre as inovações do IRS Automático esteve a criação de uma nova aplicação para smartphones.

A 1 de abril de 2017, cerca de um terço dos agregados passaram a ter acesso ao IRS Automático, uma medida que estava prevista no programa Simplex. “Para os contribuintes que aderiram a esta medida, o prazo médio de reembolso do IRS foi reduzido para um máximo de doze dias após a confirmação da declaração e da liquidação provisórias, menos de metade do tempo face ao ano anterior“, garante o Ministério das Finanças em comunicado.

Segundo as Finanças, o IRS Automático será alargado a mais agregados no próximo ano.

Já em maio deste ano que as Finanças lançaram a nova app onde se pode consultar o estado da declaração de IRS, mas também onde se pode submeter o IRS Automático. A aplicação está disponível nos sistemas operativos Android e iOS. “A disponibilização desta nova App é mais um passo no sentido da modernização das formas de interação com os contribuintes, através do desenvolvimento de aplicações móveis que tornem mais fácil, cómodo e intuitivo o cumprimento das obrigações fiscais”, afirmavam as Finanças em maio.

O prémio foi entregue na conferência E-Government 2017 – A Transformação Digital do Estado e o Desenvolvimento da Sociedade.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

IRS Automático eleito a “melhor iniciativa de 2017”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião