OE2018: Acabam os benefícios fiscais nos vales-educação

  • ECO
  • 13 Outubro 2017

A proposta de Orçamento do Estado para o próximo ano prevê o fim dos benefícios fiscais nos vales-educação atribuídos por muitas empresas a funcionários e a sócios. Passam a pagar IRS na totalidade.

É mais uma medida incluída na proposta de Orçamento do Estado para 2018, pelo menos de acordo com uma versão preliminar: os vales-educação atribuídos pelas empresas vão passar a pagar IRS na totalidade, avançou o Jornal de Negócios.

De acordo com o jornal, os vales sociais são usados por muitas empresas como forma de remuneração e encontram-se em forte expansão — no entanto, estarão em risco de perder os benefícios fiscais que lhe eram inerentes. Em teoria, estes vales são uma medida que visa ajudar trabalhadores com dependentes entre os sete e os 25 anos em despesas escolares.

Há ainda um outro tipo de vale, o vale-infância, instituído por não existir em Portugal uma rede pública de creches. No entanto, de acordo com o Negócios, as alterações previstas no novo Orçamento aplicam-se apenas aos primeiros, que passam a ser tributados na totalidade.

Comentários ({{ total }})

OE2018: Acabam os benefícios fiscais nos vales-educação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião