Não diga aos seus amigos onde está. Deixe o Whatsapp fazê-lo

  • ECO
  • 20 Outubro 2017

Whatsapp vai permitir partilha de localização em tempo real com amigos, por um determinado período de tempo. Funcionalidade deverá ser lançada nas próximas semanas e exige autorização do utilizador.

Diga adeus aos desencontros. Quantas vezes planeou reunir-se com um amigo e teve problemas em perceber exatamente onde estava ele à sua espera? Da próxima vez, não lhe peça direções, peça-lhe que ative a nova funcionalidade do Whatsapp: a partilha de localização em tempo real.

A “Live Location”, que será lançada para iOS e Android nas próximas semanas, só funcionará com consentimento explícito do utilizador. Os dados em causa não serão, com efeito, públicos, isto é, a localização só pode ser partilhada com um contacto ou com um grupo, por um determinado espaço de tempo (à sua escolha) mediante autorização desse utilizador.

“A funcionalidade está protegida por criptografia de ponta e permite ao usuário controlar quem pode acompanhar e por quanto tempo”, explicou a aplicação de mensagens instantâneas, em comunicado.

Atualmente, o Whatsapp já permite a partilha da localização, mas não em tempo real. Esta atualização segue a tendência atual, para a qual outras aplicações semelhantes tem contribuído: o Telegram fez um anúncio similar a semana passada e o Snapchat inaugurou uma funcionalidade que permite aos utilizadores saberem exatamente onde está uma determinada pessoa (mesmo que essa pessoa não saiba que está a ser “vigiada” — o que tem gerado imensa polémica).

Lançado em 2009, o Whatsapp tem cerca de mil milhões de utilizadores em todo o mundo, de acordo com a BBC.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Não diga aos seus amigos onde está. Deixe o Whatsapp fazê-lo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião