UE vai doar às vítimas dos incêndios montante do prémio Princesa das Astúrias

  • Lusa
  • 23 Outubro 2017

A União Europeia vai doar os 50 mil euros do Prémio Princesa das Astúrias às vítimas dos incêndios em Portugal e Espanha. No total, morreram 48 pessoas e mais de 70 ficaram feridas.

A União Europeia (UE) anunciou esta segunda-feira que vai entregar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias da Concórdia às vítimas dos incêndios em Portugal e Espanha, uma decisão “simbólica” para mostrar “proximidade” com as populações afetadas.

O presidente do Parlamento Europeu (PE), Antonio Tajani, disse hoje, na abertura da sessão plenária em Estrasburgo, que a decisão foi tomada conjuntamente com os presidentes da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e do Conselho Europeu, Donald Tusk. “É uma decisão simbólica com a qual queremos mostrar proximidade com as comunidades e as vítimas dos incêndios em Portugal e Espanha”, afirmou Tajani.

Os incêndios de 15 de outubro fizeram 44 mortos e 70 feridos em Portugal e quatro mortos e dezenas de feridos em Espanha. O PE observou hoje um minuto de silêncio em homenagem às vítimas dos fogos. “O fenómeno é preocupante e merece toda a nossa atenção. Só este ano, na Europa, arderam 750 mil hectares e mais de 100 pessoas perderam a vida”, lamentou o político italiano.

Tajani sublinhou “a necessidade e a urgência de instituir um corpo de proteção civil europeu” e de “simplificar o contexto normativo para permitir às populações obter uma ajuda imediata”. A UE foi distinguida em junho passado com o prémio Princesa das Astúrias da Concórdia como “modelo único de integração política supranacional”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

UE vai doar às vítimas dos incêndios montante do prémio Princesa das Astúrias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião