EDP recua mais de 1%. PSI-20 em queda

As ações da elétrica foram as principais responsáveis pela queda ligeira sofrida pelo índice bolsista nacional nesta sessão. Mas a Pharol foi a que mais perdeu: 5%.

A bolsa nacional encerrou no vermelho, com o PSI-20 a sofrer perdas ligeiras penalizado sobretudo pelo recuo das ações da EDP e do BCP. Mas foi a Pharol que mais se destacou pela negativa. As suas ações tombaram mais de 5%.

O PSI-20 terminou a sessão a deslizar 0,4%, para os 5.414,31 pontos, com 16 dos seus 18 títulos em queda e apenas dois em alta. Tratou-se da quarta sessão consecutiva de perdas para o índice de referência, que seguiu assim um rumo oposto ao dos principais pares do Velho Continente. O germânico DAX valorizou 0,16%, enquanto o francês CAC e o espanhol IBEX somaram 0,15% e 0,52%, respetivamente.

EDP cai até mínimos de final de julho

O desempenho negativo do PSI-20 foi conduzido pela EDP. As suas ações recuaram 1,23%, para os 2,97 euros, fechando em mínimos de final de julho no dia em que foi conhecido que o Governo anulou o despacho que permite à EDP refletir a tarifa social na conta da luz.

Nota ainda para o desempenho negativo dos títulos do BCP, que recuaram 0,75% para os 25,31 cêntimos. No mesmo sentido fechou a Nos, outra das cotadas que mais pesou no desempenho negativo do PSI-20, com as suas ações a perderem 1,32%, para os 5,16 euros.

Mas o principal destaque negativo foi a Pharol. As ações da holding lideraram as perdas do PSI-20 com um recuo de 5,12%, para os 42,26 cêntimos, tendo “perdido o norte” no dia em que se soube que a sua participada brasileira Oi voltou a adiar a assembleia de credores pela segunda vez. A nova data passou a ser o dia 10 de novembro. Tratou-se da quinta sessão consecutiva de perdas para as ações da Pahrol, o mais extenso ciclo de desvalorizações desde o início de abril

Em sentido contrário terminaram a Jerónimo Martins e a Ibersol. As ações da retalhista somaram 1,57%, para os 15,83 euros, enquanto as da empresa de restauração avançaram 0,99%, para os 12,2 euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

EDP recua mais de 1%. PSI-20 em queda

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião