Rui Vieira de Castro é o novo reitor da Universidade do Minho

O sucessor de António Cunha é Rui Vieira de Castro. O novo reitor da UMinho toma posse em meados de novembro.

Rui Vieira de Castro foi confirmado como novo reitor da Universidade do Minho. O professor catedrático da área das humanidades sucede assim no cargo a António Cunha, para um mandato que se prolonga até 2021.

A tomada de posse realiza-se no final de novembro, no salão medieval da Reitoria da Universidade do Minho, no Largo do Paço, na cidade de Braga.

Com 59 anos, Rui Vieira de Castro, é licenciado em Ensino Português e Inglês pela Universidade do Minho, mestre em Linguística Portuguesa Histórica pela Universidade de Lisboa e doutorado em Educação pela Universidade do Minho.

Nos últimos oito anos foi vice-reitor para a Educação e vice-reitor para o Ensino e a Investigação, cargos que viria a abandonar em março para concorrer às eleições para este órgão de consulta do reitor, que venceu com maioria. Vieira de Castro era o único candidato ao cargo e foi eleito por maioria dos membros do Conselho Geral.

O novo reitor ingressou na Universidade do Minho, como professor, em 1983 onde desenvolveu toda a sua carreira profissional. Lecionou ainda em diversas universidades portuguesas e estrangeiras, tendo sido consultor do Ministério da Educação e dirigiu vários projetos de cooperação para o desenvolvimento em Timor-Leste. Foi consultor do ministério a Educação e dirigiu vários projetos de investigação, apoiados por agências nacionais e internacionais. É autor de inúmeros livros, capítulos de livros e artigos.

Programa aposta na continuidade

O programa do novo reitor, intitulado “Mobilizar, Desenvolver e Transformar“, é um projeto de continuidade. Ao longo das sessenta páginas do seu programa Vieira de Castro, salienta que “o plano estratégico aprovado em 2013, pelos órgãos da Universidade, apresenta, de uma forma detalhada, e de um modo com o qual me identifico plenamente, uma “ideia para a Universidade”. O novo reitor adianta contudo que “a existência deste contexto não dispensa um candidato a Reitor de apresentar a sua própria visão”.

Nesse sentido Rui Vieira de Castro defende que a Universidade do Minho deve assegurar uma educação nacional e internacional reconhecida como sendo de elevada qualidade e deve consolidar internacionalmente a investigação cientifica realizada pela Universidade.

Outro dos eixos de ação do novo reitor é a melhoria das infraestruturas, “tornando os espaços da UMinho lugares de bem-estar”. É ainda proposto “reforçar o corpo de investigadores da UMinho”.

Tudo isto sem descurar e “aprofundar a sustentabilidade financeira e a capacidade de investimentos estratégico da UMinho, aumentando as suas receitas e os seus níveis de eficiência“.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Rui Vieira de Castro é o novo reitor da Universidade do Minho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião