Deutsche Bank duplica lucros, contra expectativas

  • Marta Santos Silva
  • 26 Outubro 2017

As reduções de custos que o banco tem realizado ajudaram a duplicar os lucros no trimestre até setembro, apesar dos problemas legais que o banco tem enfrentado nos últimos anos.

Surpreendendo as expectativas dos analistas, o gigante alemão Deutsche Bank registou lucros de mais do que o dobro do que era esperado, devido em parte à sua redução drástica de custos. Embora as receitas tenham decrescido em comparação com o trimestre anterior, o Deutsche Bank fechou setembro com lucros de 649 milhões de euros, contra os 281 milhões que eram esperados pela Thomson Reuters, por exemplo.

A ligeira queda nas receitas no terceiro trimestre, para 6,8 mil milhões de euros, explica-se pela baixa volatilidade no mercado e um ambiente de baixas taxas de inflação que tem demorado a passar. A queda é de 9,6% em relação ao trimestre anterior. O valor das receitas corresponde com bastante segurança ao que era previsto.

Numa declaração citada pela CNBC, o CEO do banco, John Cryan, explicou que “embora o ambiente para as receitas se tenha mantido desafiante, temos feito progressos nas nossas iniciativas”. E acrescentou: “Estamos convencidos de que, passo a passo, os resultados dos nossos esforços se vão tornar mais aparentes nos próximos trimestres e anos”.

O Deutsche Bank tem estado a passar por um período de crise e contenção de custos numa altura em que enfrenta vários processos judiciais. Ainda esta quarta-feira teve de pagar 186 milhões de euros nos Estados Unidos para não ter de continuar num processo sobre a manipulação da taxa Libor.

O analista Piers Brown, da Macquarie Research em Londres, que falou à CNBC explicou que o Deutsche Bank se mantém “significativamente mais fraco do que os seus pares”, e que a divisão institucional e empresarial do banco tinha tido uma performance “fraca”.

Comentários ({{ total }})

Deutsche Bank duplica lucros, contra expectativas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião