É oficial. Trump escolhe Powell para liderar a Fed

Jerome Powell foi oficialmente eleito por Donald Trump para assumir a presidência do maior banco central do mundo, substituindo Janet Yellen.

Donald Trump declarou oficialmente Jerome Powell presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos. O anúncio foi feito ao fim do dia desta quinta-feira, e o resultado já era esperado por todos. Jerome Powell vai substituir Janet Yellen, cujo mandato terminava no início do próximo ano.

O republicano torna-se assim no primeiro presidente da Fed, em quase quarenta anos, que não é licenciado em economia. Antigo membro do Conselho de Governadores dos Estados Unidos, Powell é licenciado em Política e formado ainda em advocacia. Entrou para a Fed em 2012, eleito por Barack Obama.

O anúncio foi feito cerca das 19h15 desta quinta-feira, e Donald Trump agradeceu a Janet Yellen pelo que fez enquanto presidente da Fed, dizendo que “fez um trabalho formidável”.

Obrigada por esta oportunidade de servir os Estados Unidos”, disse Powell, após o anúncio da sua nomeação. Acrescentou ainda que “a economia norte-americana recuperou de forma substancial” e que “o sistema financeiro está muito mais resiliente do que estava na crise”.

O mais recente presidente da Fed garantiu que vai estar atento às “mudanças do mercado” e que serão tomadas “decisões com objetividade e independência”. Isto numa altura em que se aguarda que a Fed seja mais rápida na subida das taxas de juro.

A Fed decidiu manter a taxa de juro inalterada na última reunião. Contudo, reconheceu que a atividade económica dos Estados Unidos está a evoluir a um “ritmo sólido”, mesmo tendo em conta o impacto dos furacões que assolaram o país nos últimos meses, e, por isso, admite aumentar de forma gradual a taxa de juro diretora num futuro próximo.

(Notícia atualizada às 19h28)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

É oficial. Trump escolhe Powell para liderar a Fed

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião