Terceiro trimestre regista ligeira subida no emprego público

  • Marta Santos Silva
  • 15 Novembro 2017

O número de funcionários públicos a 30 de setembro era superior ao registado um ano antes, mas registou-se um decréscimo em relação ao trimestre anterior.

O emprego nas administrações públicas continua a subir em relação ao ano anterior, de acordo com os valores de 30 de setembro, divulgados na Síntese Estatística do Emprego Público (SIEP). Em relação ao trimestre anterior, no entanto, o verão ditou uma queda de 1% em cadeia no número de funcionários públicos, devido em parte às férias escolares.

A 30 de setembro, havia 661.429 funcionários públicos, escreve o SIEP, no relatório divulgado esta quinta-feira. Em relação ao trimestre anterior, que terminou a 30 de junho, trata-se de uma queda de 1% no número de funcionários públicos. A redução deve-se principalmente aos Ministérios da Educação e da Ciência, da Tecnologia e do Ensino Superior, o que reflete o princípio do ano letivo em setembro, mas com os processos de contratação ainda incompletos.

“De relevar também, no 3.º trimestre do ano, a saída definitiva de médicos nos estabelecimentos de prestação de cuidados de saúde, Entidades Públicas Empresariais (E.P.E.) e Agrupamentos de Centros de Saúde do Ministério da Saúde, por motivos de extinção da relação jurídica de emprego ou caducidade de contrato, entre outros”, lê-se no relatório do SIEP.

Por outro lado, houve um pequeno aumento de emprego na administração local neste trimestre, de 0,3%, que se deveu da contratação de trabalhadores para realizar atividades relacionadas com o turismo e a construção durante o verão.

Em relação a 2016, porém, mantém-se a tendência de aumento do emprego público. Há um ano atrás, havia menos 5.259 postos de trabalho nas administrações públicas, assinala o SIEP em comunicado.

Comentários ({{ total }})

Terceiro trimestre regista ligeira subida no emprego público

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião