Portugal Ventures já tem 280 milhões de ativos em gestão

Capital de risco pública gere 18 fundos de 29 ativos e tem já mais de 90 participadas. Áreas de aposta passam pelas de life sciences e turismo.

Celso Guedes de Carvalho está à frente da Portugal Ventures desde maio de 2016.Paula Nunes / ECO

A Portugal Ventures já tem 280 milhões de ativos em gestão. O gestor de capital de risco público gere ativos de 18 fundos de investimento e tem investido em dotar os fundos de maior liquidez, “coisa que não estava assegurada até agora”.

“Não tinhas dinheiro, não tinhas fundos com capacidade para investimento. Tivemos de fazer vários planos B e C. Tínhamos um de 20, passou a ser de 10. Tínhamos o fundo Turismo-crescimento, constituímos esse novo fundo. E temos ainda projetado para este ano reforço de um fundo nosso. E, com tudo isto que parecia impossível, no ano passado conseguimos projetar 2018 e 2019 com tranquilidade, coisa que não existia há um ano”, explica Celso Carvalho.

Até outubro deste ano, a Portugal Ventures investiu 2,3 milhões de euros em rondas de financiamento de novas participadas. Em entrevista ao ECO, Celso Guedes Carvalho diz que nos planos do capital de risco está um investimento projetado de 17,9 milhões de euros até ao final do ano. “Já estamos muito próximos de atingir esse objetivo mas ainda não o comunicámos. Todos os dados que tenho apontam para que consigamos atingir esse objetivo”, explica.

Além de investimentos em novas participadas, o diretor da Portugal Ventures — que termina o mandato no final do ano — garante que “há o reforço dos investimentos e os investimentos comprometidos com as participadas existentes”. “Segundo aquilo que temos em termos de compromisso de libertação de tranches — são feitas avaliações em termos de milestones — e tudo leva a crer que vamos conseguir cumprir esse objetivo”.

Além disso, nos planos da Portugal Ventures está a aposta em setores-tendência. “Voltamos àquilo que era a missão clara da Portugal Ventures: colmatar as dificuldades de financiamento ao nível de capital de risco e atuando como investidor em startups com tecnologias e em setores considerados estratégicos para a economia nacional. Isto é algo, nomeadamente em life sciences e turismo. Está feito o processo de fase out do que era a nossa missão”, garante.

Notícia retificada às 21h18 devido a imprecisões relativamente ao valor e ao número de fundos envolvidos.

Comentários ({{ total }})

Portugal Ventures já tem 280 milhões de ativos em gestão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião