Juros da dívida nacional atingem mínimos históricos

  • Lusa
  • 20 Novembro 2017

Os juros da dívida portuguesa recuavam em todos os prazos na manhã desta segunda-feira. Nas maturidades de dois e cinco anos, chegaram mesmo a renovar um mínimo de sempre.

Os juros da dívida portuguesa estavam a descer em todos os prazos esta segunda-feira, a dois e a cinco anos, para mínimos de sempre. Cerca das 8h30 em Lisboa, os juros a dez anos estavam a descer para 1,965%, contra 1,968% na sexta-feira e o mínimo desde maio de 2015, de 1,917%, em 7 de novembro.

No prazo de cinco anos, os juros também estavam a recuar, para 0,582%, um mínimo de sempre, contra 0,585% na sexta-feira. No mesmo sentido, os juros a dois anos estavam a cair para -0,242%, um novo mínimo de sempre, contra -0,237% na sexta-feira.

Os juros da Irlanda estavam a descer a dois anos e a subir a cinco e dez anos e os de Itália a avançar a dois anos e a recuar a cinco e dez anos. Os juros de Espanha estavam a descer a dois e cinco anos e a subir a cinco anos e os da Grécia recuavam a cinco e dez anos e subiam no prazo mais longo.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Juros da dívida nacional atingem mínimos históricos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião