CTT voltam a cair, EDP trava perdas em Lisboa

A sessão bolsista na Europa arrancou à deriva, com a generalidade das praças em queda enquanto o índice de referência avançava ligeiramente. CTT novamente sob pressão em Lisboa. EDP travava as perdas.

A bolsa de Lisboa abriu a recuar esta segunda-feira, acompanhando a tendência das congéneres europeias. O índice seguia pressionado por quedas no setor da energia, enquanto as perdas mais significativas registavam-se no setor postal. Em contrapartida, o Stoxx 600 avançava, mas a passo lento, valorizando 0,04%.

O PSI-20 caía 0,22% para perto dos 5.246 pontos. A queda mais expressiva era a dos CTT, que derrapavam 1,84% para 3,10 euros, naquela que é a segunda sessão consecutiva de perdas. A empresa está a atravessar um período conturbado devido à redução do volume do correio provocada pela digitalização das comunicações. No setor do retalho, a Jerónimo Martins desvalorizava 0,51% para 15,70 euros, enquanto a Sonae recuava 0,20% para 1,010 euros.

Também a Galp Energia contribuía para a descida. A petrolífera nacional abriu a sessão a cair 0,38% para 15,63 euros, embora a tendência fosse de recuperação de valor. A contribuir para desvalorização estará, em parte, mais uma queda no preço do petróleo. O Brent, referência para as importações nacionais, caía 0,41% para 62,45 dólares o barril.

Ainda no campo da energia, a EDP Renováveis desvalorizava 0,32% para 6,874 euros. No entanto, a energética nacional EDP travava as perdas na bolsa nacional. Apesar de abrir a desvalorizar, as ações rapidamente recuperaram e avançavam 0,48% para 2,929 euros ao início da manhã. Quanto ao BCP, um dos pesos pesados do PSI-20, seguia inalterado.

As bolsas europeias estão a ser pressionadas esta segunda-feira pelas tensões políticas na Alemanha, depois do fracasso das negociações da CDU com os liberais do FDP e com Os Verdes com vista à formação de um novo Governo. A chanceler Angela Merkel terá de governar em minoria ou serão convocadas novas eleições.

(Notícia atualizada às 8h38 com mais informações)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CTT voltam a cair, EDP trava perdas em Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião