Petróleo puxa por Wall Street. Investidores aguardam minutas da Fed

Os principais índices bolsistas dos EUA arrancaram em alta, enquanto esperam pela divulgação das minutas da Fed.

As ações norte-americanas abriram a sessão em alta, dando seguimento aos ganhos acumulados nas últimas duas sessões, que lançaram os índices para novos recordes. A valorização dos preços do petróleo para máximos de dois anos e meio dá suporte ao rumo dos dos principais índices bolsistas dos EUA num dia em que os investidores aguardam pela divulgação de dados sobre a economia, mas também das mais recentes minutas da Reserva Federal dos EUA (Fed).

Perante este cenário, o índice S&P 500 avança 0,05%, para os 2.600.31 pontos, rumo que é acompanhado também pelo Dow Jones e pelo Nasdaq. O índice industrial soma 0,03%, para os 23.597,24 pontos, enquanto o tecnológico valoriza 0,1%, para os 6.869,526 pontos, apesar da queda de 6% das ações da Hewlett-Packard que se prepara para ser alvo de uma mudança de liderança: Meg Whitman sai dos comandos da empresa em fevereiro, seis anos de pois de ter assumido funções como CEO.

O avanço das cotações do petróleo ajuda a impulsionar os principais índices bolsistas norte-americanos, num ia em que o crude já esteve a valorizar mais de 2% até máximos de dois anos e meio, perante a quebra superior à estimada dos inventários da matéria-prima nos EUA.

Os investidores estão também atentos à divulgação das minutas da Fed ao final desta quarta-feira. Nomeadamente, a visão da entidade liderada por Janet Yellen relativamente ao rumo da inflação, bem como aquilo que fará sob a liderança do seu sucessor no cargo: Jerome Powell. Em termos dos juros, o mercado antecipa uma subida em um quarto de ponto na próxima reunião da Fed.

A sessão desta quarta-feira está a ser marcada em Wall Street pela baixa liquidez com os investidores já de olho no feriado de Ação de Graças que ditará o encerramento do mercado norte-americano esta quinta-feira, bem como o fecho mais cedo na sexta-feira.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo puxa por Wall Street. Investidores aguardam minutas da Fed

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião