As reações à morte de Belmiro de Azevedo nas redes sociais

  • Rita Frade
  • 29 Novembro 2017

Belmiro de Azevedo morreu esta quarta-feira. O eurodeputado Carlos Zorrinho e o escritor e professor Rui Zink foram algumas das personalidades que já deixaram uma mensagem nas redes sociais.

Belmiro de Azevedo morreu esta quarta-feira, aos 79 anos. O desaparecimento do patrão da Sonae levou já a uma onda de reações, especialmente no mundo empresarial e político.

O ministro da Economia, Caldeira Cabral, diz que o fundador da Sonae “contagiou o país com o seu nível de exigência e determinação“, o presidente da Confederação Empresarial de Portugal, António Saraiva, diz que faleceu “um dos mais ilustres membros, pessoa a quem o país muito deve” e o seu advogado, António Lobo Xavier, diz que se sentia “por vezes intimidado com a exigência dele”.

Nas redes sociais, o eurodeputado Carlos Zorrinho afirmou que Belmiro de Azevedo “foi um grande empresário e um grande empreendedor”:

O escritor e professor no Departamento de Estudos Portugueses na Faculdade da Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Rui Zink, trata Belmiro de Azevedo por “tio Belmiro”, considerando-o um “empresário respeitável” e um homem que “não empastelava”:

O deputado do PSD, Luís Vales, considera Belmiro de Azevedo “inconformado, dinâmico, visionário”:

O secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, diz que apesar de nem sempre concordar com a participação cívica de Belmiro de Azevedo, foi “um empresário único no pós-25 de Abril”:

O Futebol Clube do Porto também já deixou uma mensagem nas redes sociais:

Para o Diretor do Departamento de Economia da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, Álvaro Santos Pereira, “Belmiro de Azevedo foi não só um grande português e um grande empresário, mas também alguém cujo percurso foi a todos os títulos notável”:

O deputado do Partido Socialista, Tiago Barbosa Ribeiro, diz que Belmiro de Azevedo “não fez riqueza à sombra da ditadura”:

O presidente do Conselho de Administração da Sociedade Ponto Verde, António Nogueira Leite, refere-se a Belmiro de Azevedo como “um grande empresário que se fez a si próprio e um exemplo de iniciativa, modernidade, liberdade e inconformismo”:

O diretor da SIC Radical e dos canais temáticos da SIC, Pedro Boucherie Mendes, escreveu na sua conta de Twitter que “sempre que morre um homem livre, o mundo fica pior”:

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

As reações à morte de Belmiro de Azevedo nas redes sociais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião