Reestruturação do negócio da Altice em França vai durar um ano, pelo menos

A reestruturação da operadora francesa SFR, que é o maior negócio do grupo Altice, só deverá começar a ter efeitos dentro de 18 meses e deverá durar pelo menos um ano, refere a Bloomberg.

A reestruturação da operadora francesa SFR, que é o maior negócio do grupo Altice, vai durar pelo menos um ano e um impacto positivo nas receitas e no lucro da empresa só deverá tornar-se evidente dentro de 18 meses. A informação foi avançada esta quarta-feira pela Bloomberg, que cita “pessoas familiarizadas com o assunto”.

Já eram conhecidos os planos da Altice de cortar até 5.000 postos de trabalho na operadora até meados de 2019, uma decisão que, de acordo com fontes da agência, estará a pesar no ânimo dos trabalhadores. No mercado, o consenso é o de que não existe uma solução rápida para os problemas do grupo, que também detém a PT e a marca Meo em Portugal.

No curto prazo, a SFR deverá apostar em campanhas de natal com preços das comunicações mais baixos, assim como outros pacotes focados na captação de novos clientes. O objetivo é voltar a crescer em número de subscritores e ganhar quota de mercado, dois dos indicadores que mais deixaram a desejar nas contas do terceiro trimestre e que provocaram um terramoto no seio do grupo.

Os resultados foram apresentados no início deste mês e, desde aí, a Altice já afundou em bolsa mais de 55%, mudou a estrutura da gestão e anunciou uma alteração na estratégia, com a possibilidade de vender alguns ativos no ano que vem. Tudo para reconquistar a confiança dos investidores, que têm dúvidas quanto à capacidade do grupo de Patrick Drahi de pagar os mais de 50 mil milhões de euros de dívida que acumula.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Reestruturação do negócio da Altice em França vai durar um ano, pelo menos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião