8 atividades para fazer no Algarve este inverno

  • ECO + Via Verde
  • 30 Novembro 2017

O Algarve é um ótimo refúgio de inverno. Não acredita? Então aceite estas sugestões e rume até ao sul e a temperaturas mais amenas.

Desde longas caminhadas na praia, a provas de vinhos ou aos sabores da gastronomia local, o que não faltam são bons motivos para ir descobrir a região algarvia.

Andar na praia ou na serra

As praias do Algarve são conhecidas internacionalmente e, no verão, é quase impossível visitá-las sem tropeçar numa toalha ou ir contra um chapéu-de-sol. Agora, imagine ter a Praia Dona Ana, considerada uma das melhores do mundo, com poucas pessoas no areal para apenas a passear e a apreciar o sol de inverno?

Caso não seja grande fã de praia, independentemente da época do ano, tem sempre a serra como opção. Nada como uma viagem até Monchique, Espinhaço de Cão ou ao Caldeirão para ter uma visão diferente sobre a paisagem algarvia.

Visitar os animais

Durante todo o ano os animais do Krazy World Zoo esperam pelos visitantes que trazem mais vida ao recinto. Localizado em Algoz, Silves, este parque temático reúne animais exóticos, como o caimão-de-lunetas, o canguru albino, a iguana verde ou a cabra-anã da Nigéria; mas também espécies mais comuns, como os camelos, os póneis e as tartarugas, entre outros bichos.

Aqui, as crianças podem ainda andar em karts a pedal ou brincar nos insufláveis. De janeiro a meados de março, o Krazy World Zoo está aberto maioritariamente aos fins de semana.

Passear na Ria Formosa

A Ria Formosa é um dos lugares mais fascinantes do Algarve. Abrangendo os concelhos de Vila Real de Santo António, Faro, Olhão e Tavira, o parque natural estende-se por 60 quilómetros, oferecendo paisagens únicas.

Parta à descoberta deste local percorrendo os canais e aproveite para observar as diversas espécies de aves que por lá passam nos meses mais frios do ano.

Dar umas tacadas

Os campos de golfe do Algarve são algumas das joias da coroa da região e jogar uma partida pode ser uma boa opção.

Com vista para o mar ou para a serra, os campos algarvios oferecem condições reconhecidas mundialmente. Do barlavento ao sotavento, o difícil vai ser escolher.

Aprender a surfar

A altura melhor do ano para fazer surf no Algarve é no inverno. As ondulações chegam mais fortes à costa portuguesa, cruzando o cabo de São Vicente e premiando a costa sul com ondas em praias onde normalmente o mar não mexe.

Sagres é um dos destinos de eleição para quem quer fazer surf ou aprender a modalidade. Mas aventure-se pelo litoral algarvio, até localidades como Vila do Bispo, Lagos ou Portimão. E lembre-se que, apesar da água ser fria, está certamente a uma temperatura bem mais agradável do que no resto do país.

Cuidar de si

Com o inverno rigoroso e o tempo a passar desde a última vez que tirou férias, aproveite uma ida ao Algarve para se mimar. A sul vai encontrar alguns dos melhores spas do país!

Entre Portimão e Vilamoura, existem inúmeras unidades hoteleiras que disponibilizam tratamentos de luxo e massagens que convidam ao relaxamento.

Já na Serra de Monchique encontra as Termas das Caldas de Monchique onde, para além das habituais terapêuticas termais, pode optar por um variado leque de tratamentos e rituais de spa, que vão desde os duches de jato e de vichy, às massagens, aplicação de lamas e um circuito de relaxamento com uma piscina interior de hidromassagem aquecida.

Descobrir os doces da região

Dom Rodrigo, Queijos de Figo ou Docinhos de Maçapão: o Algarve oferece uma doçaria única no país e com histórias que vão ao encontro do passado da região.

A amêndoa e o figo fazem quase sempre parte da receita, bem como a canela ou os ovos.

Não resista à tentação e parta à descoberta destes doces tradicionais. Afinal, ainda falta muito para chegar ao verão.

Fazer uma prova de vinhos

Quando falamos de vinho, quase nunca pensamos no Algarve. Mas a verdade é que a região está a ganhar terreno no que toca à produção vinícola.

São quatro as zonas algarvias que produzem vinho com Denominação de Origem [DOC]: Lagos, Portimão, Lagoa e Tavira. Descubra a Rota dos Vinhos do Algarve e faça umas paragens para provar alguns dos néctares produzidos a Sul.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

8 atividades para fazer no Algarve este inverno

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião