5 coisas que vão marcar o dia

  • Tiago Varzim
  • 8 Janeiro 2018

Esta segunda são conhecidos dados como o desemprego em Portugal e o sentimento económico na UE. Macron começa visita à China enquanto nos EUA discute-se a inflação. A Mercedes revela números de 2017.

No campo internacional, Emmanuel Macron vai à China e nos EUA dois governadores da Fed discutem sobre a inflação. Na Europa vai ficar a saber-se o pulsar da economia europeia no final de 2017. Já a Mercedes vai apresentar os resultados do ano passado. Por fim, o INE divulga os números do desemprego em outubro e novembro.

INE revela desemprego de novembro

Esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística vai revelar as estimativas mensais do emprego e desemprego relativos a novembro de 2017. No último destaque semelhante, o INE revelava que a taxa de desemprego recuou para os 8,5% em setembro, prosseguindo para uma estabilização em outubro. No novo destaque o Instituto irá revelar os valores definitivos de outubro e a estimativa provisória para novembro.

Qual é o pulsar da economia europeia?

A fechar o ano, qual é o sentimento económico e o clima de negócios na União Europeia? Os indicadores da Comissão Europeia vão ser atualizados esta segunda-feira, sendo relativos a dezembro. As previsões das principais instituições apontam para uma desaceleração da economia da Zona Euro e da União Europeia em 2018. Contudo, é de realçar que 2017 foi um ano de recuperação económica para a maior parte dos Estados-membros, incluindo Portugal.

Macron vai à China

O presidente francês vai encontrar-se com o seu homólogo chinês para reforçar os laços comerciais entre França e China. Esta é a primeira visita de Estado de Emmanuel Macron à China desde que venceu as eleições em 2017. O encontro com Xi Jinping só acontece a 9 de janeiro, terça-feira. Além da relação económica, Macron irá focar-se nas relações com a Coreia do Norte, a luta contra o financiamento do terrorismo e os esforços internacionais para conter as alterações climáticas.

Do que falam dois governadores da Fed? Inflação

A inflação vai chegar à meta? Eis a questão. A respondê-la estarão dois atuais governadores da Reserva Federal, John Williams e Eric Rosengren. A discussão estará à volta da meta de perto de 2% para a inflação, nomeadamente a necessidade de repensar essa mesma meta no futuro. O debate conta ainda com um antecessor de Janet Yellen no cargo de presidente da Fed, Ben Bernanke.

Mercedes divulga resultados de 2017

A fabricante de automóveis vai revelar as contas relativas ao ano passado esta segunda-feira em conferência de imprensa. Esta manhã a Mercedez- Benz Cars faz a apresentação de resultados de 2017. A marca de carros está a recrutar engenheiros informáticos e frontend developers em Portugal. Recentemente, a empresa filmou a sua nova campanha internacional na capital portuguesa.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião