Ryanair vai recrutar assistentes em Lisboa, Porto e Faro e Ponta Delgada

Janeiro e Fevereiro são meses de recrutamento para a Ryanair. A companhia irlandesa está à procura de assistentes e vai estar a recrutar em quatro cidades portuguesas, entre elas Ponta Delgada.

A companhia aérea irlandesa vai estar em Portugal para recrutar assistentes e comissários de bordo. Os processos de seleção vão decorrer em quatro cidades portuguesas e há requisitos obrigatórios que os candidatos devem ter, de acordo com a informação avançada pela Crewlink, um parceiro oficial da Ryanair.

Se procura uma oportunidade na área da aviação, esta oportunidade é para si. A Ryanair vai realizar vários open-day para recrutar colaboradores e os candidatos devem deslocar-se até ao Porto, Lisboa, Faro ou Ponta Delgada. Na cidade Invicta, é já esta sexta-feira, dia 12, que irão decorrer os processos de recrutamento, e mais tarde, a 26. Na capital, decorrerão no dia 15 e em Faro no dia 25.

Mas os open-day não ficam por aqui. Em fevereiro, a companhia low cost vai procurar novamente mais assistentes e comissários de bordo, e nem os Açores vão escapar. Lisboa recebe os candidatos nos dias 2 e 19, Porto nos dias 5 e 16 e, na cidade de S. Miguel, Ponta Delgada vai ter um open-day no dia 6.

Os candidatos devem cumprir certos requisitos, que são obrigatórios, entre eles ser maior de idade, medir entre 1,57 e 1,88 metros, saber nadar pelo menos 20 metros sem ajuda e não ter problemas de visão. É fundamental que domine a língua inglesa, tanto a nível oral como escrito, e tenha passaporte para circular pela União Europeia.

Os interessados devem candidatar-se através do preenchimento deste formulário.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Ryanair vai recrutar assistentes em Lisboa, Porto e Faro e Ponta Delgada

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião