CTT na corrida à compra do Deutsche Bank em Portugal

  • ECO
  • 13 Janeiro 2018

Ao interesse dos espanhóis Abanca e Sabadell, também os CTT estão a analisar a compra das sucursais do Deutsche Bank em Portugal. Lacerda já contactou bancos para saber condições de financiamento.

A administração dos CTT está a avaliar a compra do negócio do Deutsche Bank em Portugal, numa operação que permitiria à empresa de correios liderada por Francisco Lacerda reforçar a sua atividade nos serviços financeiros e que conta já com o banco postal.

De acordo com o Expresso, os CTT CTT 0,36% querem dar maior dimensão ao Banco CTT e por isso analisaram a operação do banco alemão em Portugal e procuraram saber junto da banca quais as condições de financiamento com que poderiam contar caso avançasse para o negócio. O presidente dos Correios não faz comentários, mas fonte oficial da empresa adiantou ao semanário que o grupo “sempre disse estar disponível para, além da forte aposta no crescimento orgânico, analisar oportunidades de crescimento de dimensão compatível, mas não comenta situações específicas”.

O Expresso lembra que o Deutsche Bank está a sondar o mercado no sentido de avaliar se há interessados na aquisição das suas sucursais. De resto, e apesar de o banco alemão ter já vendido parte das suas operações na Polónia, isto não significa que esteja com pressa de vender a operação em Portugal ou que sequer vá alienar o ativo no país.

Esta sexta-feira, o Jornal Económico (acesso pago) revelou que os bancos espanhóis Abanca e Sabadell também estão a analisar o dossiê.

No passado, também se falou do interesse dos CTT na aquisição do ActivoBank ao BCP.

A aposta nos serviços financeiros ganhou relevância nos últimos meses para a administração dos CTT, depois de verificarem que o negócio do correio postal, que representa 70% das receitas da empresa, está em queda acentuada. Ainda esta sexta-feira anunciou que o Banco CTT vai passar a gerir a rede de pagamentos Payshop.

Comentários ({{ total }})

CTT na corrida à compra do Deutsche Bank em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião