Cellnex interessada nas torres de telecomunicações da Meo

Torres de telecomunicações da Meo à venda em Portugal já terão uma empresa interessada. A Cellnex estará a ponderar avançar com uma proposta, diz a Bloomberg.

A operadora de telecomunicações Cellnex estará a ponderar apresentar uma proposta para adquirir as torres de telecomunicações da Meo que a Altice estará a vender em Portugal, avança a Bloomberg. A venda destes ativos em território nacional já tinha sido uma hipótese levantada pelo presidente executivo da Altice Europa, em resposta a uma questão do ECO numa conferência telefónica no início do mês.

Sedeada em Espanha, a Cellnex é uma empresa que fornece serviços de telecomunicações sobretudo no mercado italiano, mas também na Holanda, França, Reino Unido e no país de origem. Contudo, segundo a Bloomberg, que cita uma fonte conhecedora do processo, existirão também outras empresas interessadas nas torres de telecomunicações da Meo.

Foi no final do ano passado que a Altice anunciou uma travagem nas compras e a venda de ativos não estratégicos, uma forma de reforçar a liquidez numa altura em que se levantaram dúvidas quanto à capacidade de pagar uma dívida de mais de 50 mil milhões de euros. Em causa, as várias operações de fusão e aquisição levadas a cabo pelo grupo de Patrick Drahi nos últimos anos, como foi o caso da Portugal Telecom e da proposta de compra da Media Capital, que ainda aguarda luz verde do regulador da concorrência.

(Notícia atualizada às 17h28 com mais informação)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Cellnex interessada nas torres de telecomunicações da Meo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião