Vendas da Sonae batem recorde. Worten brilha, Salsa também

Dados preliminares revelam crescimento de de 6,9% para os 5.554 milhões de euros. Worten superou pela primeira vez a fasquia dos mil milhões de euros. Comércio online já vale 100 milhões de euros.

As vendas das áreas de retalho da Sonae aumentaram 6,9% em 2017, superando os 5,5 mil milhões de euros, de acordo com informação revelada esta quarta-feira pelo grupo co-liderado por Ângelo Paupério e Paulo Azevedo, à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). O alimentar continua a ter um elevado peso, mas a Worten brilhou. E a Salsa ajudou.

Os dados — ainda preliminares, uma vez que as contas do exercício não estão ainda fechadas — receberam o contributo positivo de todas as unidades de negócio. No último trimestre do ano as vendas cresceram 7,3% face a 2016 para os 1.556 milhões de euros. Ainda a destacar as vendas online que já ultrapassam os 100 milhões de euros, especialmente com a contribuição da Worten, Sonae MC e Salsa.

No conjunto de 2017, a área de retalho alimentar (com as insígnias Continente, Continente Bom Dia, Meu Super e Go Natural), cujo peso é muito significativo nas contas da Sonae, atingiram os 3.884 milhões de euros, um crescimento de 5,4% quando comparado com 2016. A expansão da rede de lojas (com a abertura de mais 19 Continente Bom Dia e um Continente Modelo) e um crescimento de vendas do universo comparável de lojas de 1,2%, contribuíram para este crescimento, a que não é alheio um conjunto de medida implementadas “no sentido de fortalecer a sua proposta de valor”. Entre essas medidas está a melhoria da qualidade dos perecíveis e a perceção do preço confirmada pela DECO, em outubro de 2017.

A Sonae dá conta de que “o desempenho operacional permitiu à Sonae MC continuar a reforçar a sua quota de mercado quer no trimestre, quer no ano”. No último trimestre do ano, as vendas da Sonae MC cresceram 6,8% para 1.070 milhões de euros, com a variação de vendas no universo comparável de lojas a atingir os 3,2%.

Continuando a apostar na área de Health&Wellness, a Sonae MC aumentou a variedade de produtos saudáveis nas lojas Continente com a marca renovada bio e saudável, e com a aquisição de 51% da Go Natural e 10% dos supermercados Brio e ainda a abertura de 19 Well’s e 3 clínicas Dr. Well’s.

Luís Moutinho, CEO da Sonae MC, afirma em comunicado: “O ano de 2017 foi uma vez mais, um ano positivo para a Sonae MC com o contínuo reforço da nossa liderança num ambiente de mercado bastante exigente”.

Worten supera os mil milhões de euros

Quem também tem motivos para festejar é a Worten. As vendas da marca superaram pela primeira vez os mil milhões de euros, mais precisamente 1.003 milhões, tendo reforçado a sua posição de liderança no mercado português. O crescimento das vendas da Worten cifraram-se nos 10,2% face a 2016, com um crescimento no universo comparável de lojas de 7,7% e um crescimento da operação online (em Portugal o crescimento é de 50% e em Espanha 65%).

No quatro trimestre do ano, onde se regista o impacto do Natal, as vendas da Worten cresceram 13,4% em comparação com o período homólogo do ano anterior, para 313 milhões.

Miguel Mota Freitas, CEO da Worten e Sonae S&F afirma: “A Worten terminou um ano particularmente positivo, ao ultrapassar os mil milhões de euros de vendas e um crescimento de vendas no universo comparável de lojas próximo dos dois dígitos“. Já sobre a divisão de Sports& Fashion, o ceo refere: “apresentou um crescimento de vendas de 11,7% com uma contribuição positiva do universo comparável de lojas das marcas fashion, apesar do impacto negativo das condições climatéricas sentidas no mês de outubro”.

Salsa veste números da moda

De acordo com o relatório das vendas preliminares, o segmento de Sports & Fashion registou vendas de 589 milhões de euros, em 2017, um aumento de 11,7% quando comparado com o ano anterior “beneficiando não só da consolidação da Salsa no primeiro semestre, mas também do contributo positivo das restantes marcas”.

O segmento de moda da Sonae, reafirma assim “o caminho de crescimento contínuo verificado ao longo dos últimos trimestres, apesar das condições meteorológicas desfavoráveis, que conduziram a um arranque tardio da estação fria”.

Sobre o acordo com a JD para a fusão da Sport Zone com a JD Sprinter, formalizado em setembro de 2017, a Sonae adianta que “o mesmo decorre como previsto, incluindo a aprovação por parte da Autoridade da Concorrência (recebida no passado dia 18 de janeiro) prevendo-se a concretização da transação para breve”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vendas da Sonae batem recorde. Worten brilha, Salsa também

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião