3 em 1. Cada visto gold corresponde a três entradas em Portugal

  • ECO
  • 25 Janeiro 2018

Número de vistos gold diminuiu em 2017, mas entradas por esta via aumentaram. Cada vez mais estrangeiros que investem em Portugal trazem familiares para viverem no país.

5.553. É este o número de estrangeiros que investiram em Portugal e adquiriram o visto gold, mas este número triplica (14868) quando se olha para o número de entradas no país. É que, os que aderiram à medida estão a trazer cada vez mais familiares, segundo avança o Diário de Notícias, na edição desta quinta-feira.

Os imigrantes que chegam a Portugal à procura do visto gold são pessoas que compram imóveis por 500 mil ou mais euros e, cada visto corresponde, em média, ao investidor e a mais duas pessoas, um sinal de que estão a imigrar e não a circular por outros países, escreve o DN. Entre as nacionalidades destacam-se os chineses e os brasileiros, com estes últimos a quase duplicarem, segundo os últimos dados.

Mas se as entradas no país estão a aumentar, o mesmo não se verifica com o número de imigrantes que obtiveram autorização de residência em Portugal, que terá diminuído em 2017. Segundo os dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), foram dadas 1.351 autorizações de residência para atividade de investimento (visto gold) no ano passado, um ligeiro decréscimo face aos 1.414 ocorridos um ano antes. Só que agora, segundo o SEF estão a trazer mais familiares, mais concretamente 2678, uma subida de 14%, o que faz com que as entradas por via dos visto gold tenha aumentado.

A lei permite o reagrupamento familiar para os titulares do visto gold a descendentes e ascendentes, desde que sejam seus dependentes.

De resto, o presidente da Liga dos chineses em Portugal, em declarações ao DN, considera estes dados naturais. “As pessoas vêm primeiro e depois trazem a família. Ficam cá, desenvolvem outros investimentos e atividades. Trazem primeiro a mulher e os filhos e, se as coisas, continuarem a correr bem, também os pais e os sogros querem vir para Portugal”, afirma.

Desde que começaram a ser concedidos, em outubro de 2012, os vistos gold já deram origem à entrada no país de 3,5 mil milhões de euros, a esmagadora maioria através da compra de imóveis.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

3 em 1. Cada visto gold corresponde a três entradas em Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião