SIC suspende terceiro episódio de “Supernanny”

Após o Ministério Público ter pedido ao tribunal que retirasse os episódios já emitidos e que proibisse a emissão do próximo episódio, agendado para domingo, a SIC anunciou a suspensão do mesmo.

O terceiro episódio de “Supernanny” vai ser suspenso pela SIC, avança o Expresso. Antes, já o Ministério Público pedira ao Tribunal da comarca de Lisboa Oeste que decrete que os episódios do programa “Supernanny” já emitidos sejam retirados e bloqueados e que o próximo programa não seja exibido. A informação foi comunicada pela Procuradoria-Geral da República, em comunicado enviado às redações esta sexta-feira.

“O Ministério Público da área cível da comarca de Lisboa Oeste, em representação de crianças e jovens participantes no [programa], interpôs uma ação especial de tutela da personalidade”, pode ler-se no comunicado.

Nessa ação, o Ministério Público pede ao tribunal que decrete, “a título provisório e de imediato”, duas medidas:

  • “Que seja retirado ou bloqueado o acesso a qualquer conteúdo dos programas já exibidos”;
  • “Que o programa a emitir no próximo domingo não seja exibido ou, caso o tribunal julgue mais adequado, que essa exibição fique condicionada à utilização de filtros de imagem e voz que evite a identificação das crianças”.

A PGR esclarece ainda que esta é “uma decisão provisória e urgente” e que o Ministério Público “pede que, no final do processo, a mesma seja convertida em definitiva e que todos os eventuais futuros programas apenas possam ser exibidos nos moldes que o tribunal venha a determinar”.

O Ministério Público também já instaurou “processos de promoção e proteção a favor das crianças participantes no programa, cuja identidade já se conhece”. Quanto ao primeiro programa emitido, o ministério Público “instaurou um inquérito para investigar factos suscetíveis de integrarem o crime de desobediência”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

SIC suspende terceiro episódio de “Supernanny”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião