Portugal fecha o ano com dívida pública de 242,6 mil milhões, acima de 2016

Portugal fechou o ano passado com uma dívida superior em 1,6 mil milhões de euros em relação ao que tinha sido registado no final de 2016.

A dívida pública voltou a cair em dezembro, pelo quarto mês consecutivo, depois de o Governo ter feito, nesse mês, um reembolso de mil milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI). Contudo, o valor ficou acima do de 2016. Portugal fechou o ano passado com uma dívida de 242,6 mil milhões de euros, valor que fica acima, em 1,6 mil milhões de euros, da dívida registada no final de 2016. O montante fica, ainda assim, abaixo daquela que tinha sido a meta fixada pelo Executivo.

Os dados foram publicados, esta quinta-feira, pelo Banco de Portugal, que justifica o aumento anual com as emissões de dívida. “Para este aumento contribuiu o acréscimo dos títulos de dívida pública (de 9,4 mil milhões de euros) e dos certificados do Tesouro (de 3,8 mil milhões de euros)”, pode ler-se na nota emitida esta manhã.

A subida da dívida poderia ter sido mais significativa, mas os reembolsos antecipados ao FMI equilibraram as contas. “Estas variações foram em parte compensadas pelo reembolso antecipado de aproximadamente 10 mil milhões de euros de empréstimos concedidos pelo FMI no âmbito do Programa de Assistência Económica e Financeira”, refere o Banco de Portugal.

Dívida pública aumenta face a 2016

Apesar da subida em relação a 2016, em termos absolutos, a dívida pública fica abaixo da meta que tinha sido estabelecida pelo Governo, na ordem dos 242,9 mil milhões de euros. Resta ainda saber se a meta para o rácio da dívida em relação do produto interno bruto (PIB) será cumprida. No Orçamento do Estado para 2018, o Governo inscreveu a meta de uma dívida pública nos 126,2% do PIB em 2017. Só no dia 14 de fevereiro é que o Instituto Nacional de Estatística (INE) vai publicar a estimativa rápida para a evolução das contas nacionais no quarto trimestre de 2017.

O Banco de Portugal revela ainda que a dívida pública líquida de depósitos das administrações públicas registou um aumento de 4,6 mil milhões de euros em relação a 2016, totalizando os 223 mil milhões.

Notícia atualizada pela última vez às 11h28.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal fecha o ano com dívida pública de 242,6 mil milhões, acima de 2016

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião