Bloco de Esquerda quer reversão da legislação laboral este ano

  • Lusa
  • 4 Fevereiro 2018

O BE exigiu a concretização de medidas ainda este ano para reverter a legislação laboral alterada durante a intervenção da "troika", sublinhando que a valorização salarial faz parte do acordo com o PS

O BE exigiu hoje a concretização de medidas ainda este ano para reverter a legislação laboral alterada durante a intervenção da ‘troika’, sublinhando que a valorização salarial faz parte do acordo assinado com o PS para a legislatura.

“O problema não está em saber o que pensa o BE mas a escolha que o PS e o Governo têm de fazer nesta matéria. O acordo que fizemos sobre esta matéria foi claro”, afirmou a coordenadora do BE, no final da reunião da Mesa Nacional do partido, que decorreu num hotel em Lisboa.

A coordenadora do BE definiu as alterações à lei laboral como “o maior desafio do atual momento político”, lamentou que estas “tardem a ser efetivadas” quando já se vai a mais de metade da legislatura e colocou 2018 como o ano limite para que possam avançar.

“Se não dermos este passo que é essencial, que fez parte da essência do acordo em 2015, se não o fizermos estamos a defraudar as expectativas populares de que uma nova maioria política trouxesse uma melhoria das condições de vida para os trabalhadores”, defendeu, considerando que só a alteração da legislação laboral permitirá que os salários dos portugueses deixem de estar estagnados.

Questionada sobre as consequências de uma não aprovação da legislação que o BE pretende, Catarina Martins salientou que o partido “nunca foi tremendista” e manifestou sempre disponibilidade para “chegar às melhores soluções técnicas”, sem responder se esta matéria poderia pôr em causa a estabilidade política.

O PS fará as suas escolhas”, afirmou Catarina Martins, considerando que “a ambiguidade é uma não escolha e seria desastrosa do ponto de vista económico”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bloco de Esquerda quer reversão da legislação laboral este ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião