Tombo das bolsas custou quase 80 mil milhões de euros aos mais ricos

As fortunas dos 500 mais ricos do mundo encolheram em 93 mil milhões de dólares devido às quedas acentuadas das bolsas na sessão de quinta-feira.

O mercado dá e o mercado tira. Os maiores investidores do mundo que o digam. O novo tombo das bolsas na última quinta-feira “roubou” 93 mil milhões de dólares aos mais ricos. Ou o equivalente a cerca de 79 mil milhões de euros.

Este valor foi quanto encolheram as fortunas dos 500 mais ricos do mundo, sendo que para vinte deles as perdas foram de pelo menos mil milhões de dólares, segundo a Bloomberg.

Investidores que mais dinheiro perderam

Fonte: Bloomberg

Jeff Bezos, a pessoa mais rica do mundo viu a sua fortuna cair em 5,3 mil milhões de dólares, para um total de 113,2 mil milhões, de acordo com o índice de milionários da Bloomberg. Essas perdas resultaram do tombo de 4,7% das ações da Amazon na sessão norte-americana de quinta-feira.

Já a fortuna de Warren Buffett, presidente da Berkshire Hathaway, reduziu-se em 3,5 mil milhões de dólares, enquanto a de Mark Zuckerberg perdeu 3,4 mil milhões de dólares. A fortuna destes três investidores conjuntamente com a de Larry Page e Sergey Brin reduziu-se em 16,3 mil milhões de euros.

De salientar que na quinta-feira o S&P 500 e o Dow Jones tombaram até níveis mínimos de novembro, perante os receios dos investidores relativamente à aceleração do ritmo de subida de juros perante a aceleração da inflação.

Comentários ({{ total }})

Tombo das bolsas custou quase 80 mil milhões de euros aos mais ricos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião