Lagarde não está preocupada com quedas dos mercados

A diretora do FMI diz estar "otimista", mas ressalva que "não podemos encostar-nos e esperar que o crescimento económico atual se mantenha".

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI) não está preocupada com as quedas acentuadas que se fizeram sentir nos mercados internacionais durante a última semana, mostrando-se confiante com o crescimento económico que se tem verificado a nível mundial. Contudo, Christine Lagarde alerta que são necessárias reformas para evitar crises futuras.

A responsável falava, este domingo, no Dubai, durante uma conferência sobre tendências económicas e sociais.

“Estou razoavelmente otimista devido ao cenário que temos neste momento. Mas não podemos encostar-nos e esperar que o crescimento atual se mantenha“, disse Lagarde, citada pela Reuters. A diretora do FMI não especifica, contudo, a que reformas se refere.

As declarações surgem depois de, na semana passada, as bolsas por todo o mundo terem registado fortes quedas. O norte-americano Dow Jones chegou a cair mais de 4% logo na segunda-feira, voltando a registar uma quebra da mesma dimensão na quinta-feira. O índice de referência S&P 500 afundou mais de 5% no acumulado da semana. Por cá, a bolsa de Lisboa perdeu mais de 2 mil milhões de euros em valor de mercado, em apenas cinco sessões. De Madrid a Frankfurt, passando por Paris e Londres, também foi uma semana de perdas.

A justificar este movimento negativo esteve, na verdade, uma boa notícia: com os bons dados económicos norte-americanos a pressionarem a inflação, a Reserva Federal deverá promover mais subidas das taxas de juro do que se estava à espera e, com isso, agravar o preço do dinheiro. A medida terá impacto negativo para as empresas e não foi bem recebida pelos mercados.

Ainda assim, Christine Lagarde mantém-se confiante. A diretora do FMI voltou a apresentar a estimativa de um crescimento de 3,9% da economia mundial este ano e um crescimento ao mesmo ritmo em 2019.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lagarde não está preocupada com quedas dos mercados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião