Hoje nas notícias: Fisco, CTT, Novo Banco e Uber

  • ECO
  • 20 Fevereiro 2018

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que marcam o dia.

O dia é marcado por duas notícias relacionadas com o Fisco: a Autoridade Tributária já identificou os grandes contribuintes (758) que serão acompanhados por um gabinete especial; e os contribuintes que ainda declararam o IRS em papel no ano passado vão receber em casas as senhas para aceder ao Portal das Finanças. Na banca, os prejuízos do Novo Banco poderão ascender a 1,8 mil milhões de euros em 2017. Ainda do lado das empresas, o diretor da Uber dá uma entrevista onde fala sobre a relação com taxistas e a nova lei que estará prestes a ser aprovada. E os CTT, afinal, vão fechar mais lojas do que as 22 que foram inicialmente anunciadas.

Fisco identifica 758 grandes contribuintes

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) já identificou os contribuintes singulares com mais rendimentos e património que serão acompanhadas por núcleo especializado. São 758 contribuintes, com um rendimento acima de 750 mil euros ou um património mobiliário e imobiliário superior a cinco milhões de euros, que serão acompanhados pela Unidade dos Grandes Contribuintes. Este departamento já está formado há cerca de um ano e já começou a trabalhar na segunda metade de 2017, mas este será o primeiro ano completo em que a equipa vai atuar. Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado).

Prejuízos do Novo Banco podem chegar aos 1,8 mil milhões

Os prejuízos do Novo Banco deverão situar-se entre 1,6 e 1,8 mil milhões de euros no exercício do ano passado, o que, a confirmar-se, representará mais do dobro dos prejuízos de 788,3 milhões que a instituição reportou em 2016. A penalizar as contas esteve o esforço de provisionamento, que já ascende a mais de 3 mil milhões de euros, em provisões e imparidades acumuladas, desde 2014, ano em que o banco foi constituído. Só em meados de março é que as contas deverão estar fechadas. Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago).

CTT vão fechar mais estações além das 22 anunciadas

Os CTT vão fechar mais lojas do que as que anunciaram inicialmente. Para além das 22 já conhecidas, a empresa de correios prepara-se para fechar mais 14 lojas, segundo o Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações, que revela que, na verdade, o número deverá até ser maior. A estimativa é que possam ser fechadas 60 estações. As próximas 14 a fechar portas situam-se, sobretudo, na região de Lisboa, nos concelhos de Vila Franca de Xira, Loures, Sintra e Amadora. Mas a nova vaga de fechos também se estende ao interior, até Almodôvar, Aguiar da Beira e Sátão. Leia a notícia completa no Correio da Manhã.

Fisco envia senhas de acesso ao Portal das Finanças

A Autoridade Tributária deverá enviar senhas de acesso ao Portal das Finanças aos contribuintes que declararam o IRS em papel no ano passado e que, até ao final de março deste ano, ainda não tenham solicitado estas senhas. Antes de as receberem, serão notificados de que, este ano, o IRS terá de ser entregue pela internet. Em causa estão cerca de 280 mil pessoas que ainda preenchem à mão os impressos do IRS, num universo de 5,6 milhões de declarações. Os avisos começam a chegar nos próximos dias e o objetivo é que abranjam todas as pessoas até ao final de março. Leia a notícia completa no Diário de Notícias.

Diretor da Uber espera “quadro regulatório aberto” para breve

O diretor-geral da Uber para Portugal e Espanha, Rui Bento, está confiante num acordo alargado entre os vários grupos parlamentares para que a nova lei que regula as plataformas de transportes descaracterizados entre em vigor rapidamente. A lei vai ser votada esta quinta-feira na especialidade e poderá estar fechada e aprovada já no dia 2 de março. “A nossa expectativa ou esperança é que o processo legislativo seja breve (…). Esperamos agora que sejam possível chegar a uma conclusão, no sentido de um quadro regulatório aberto, inclusivo de novas tecnologias e modelos de negócio, que promova a sã concorrência entre operadores e seja benéfico para as pessoas que querem viajar e sobretudo para as cidades”. Leia a entrevista completa no Diário de Notícias.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Fisco, CTT, Novo Banco e Uber

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião