Maior fundo soberano do mundo duplica retorno. Ações renderam 20%

O maior fundo soberano do mundo, o da Noruega, está cada vez maior. E a culpa é da aposta em ações que lhe permitiu apresentar uma rentabilidade de 13,7% em 2017.

O Norges Bank, o maior fundo soberano do mundo, está cada vez maior. Apresentou uma rentabilidade de 13,7% no ano passado, duplicando o retorno apresentado um ano antes (6,9%), o que engordou o valor sob gestão em 131 mil milhões de dólares (106 mil milhões de euros). Este resultado só foi possível graças ao bom desempenho das ações, num ano marcado por recordes nos índices mundiais.

O fundo de um bilião de dólares obteve, em 2017, o maior lucro desde a sua história, em coroas norueguesas. Em dólares, ganhou 131 mil milhões de dólares, sendo que “o retorno acumulado desde que foi criado passou os quatro biliões de coroas (414 mil milhões de euros). Uma em cada quatro coroas de retorno foi gerada em 2017“, diz Yngve Slyngstad, o CEO do fundo.

O “ano muito forte para o fundo”, segundo o responsável, ficou a dever-se ao desempenho das ações. “Mais uma vez, o nosso investimento em ações gerou um retorno expressivo de perto de 20%”, afirma o fundo que investe em algumas cotadas nacionais.

A Apple é a maior aposta do Norges Bank, seguida da Shell, sendo que a marca da maçã foi a principal responsável pelo desempenho positivo da carteira de ações, à frente da Tencent e da Microsoft.

Enquanto a carteira de ações gerou um retorno de 19,4% em 2017, o investimento em obrigações apresentou uma rentabilidade de 3,3%. O imobiliário surpreendeu ao apresentar uma rentabilidade de 7,5% no último ano, sendo que continua a representar uma pequena “fatia” da carteira: 2,6%. As ações pesam 66,6% e a dívida pesa 30,8%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Maior fundo soberano do mundo duplica retorno. Ações renderam 20%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião