Montepio: Costa diz que Santa Casa existe “para servir os pobres”. Para Negrão, “é o Robin dos Bosques ao contrário”

Enquanto o novo líder parlamentar do PSD afirma que a entrada da Santa Casa no Montepio "é tirar dinheiro dos pobres para pôr nos bancos", para Costa, esta entidade continua a "servir os pobres".

António Costa defende que a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) existe “para servir os pobres”. Para o primeiro-ministro, é uma instituição com “elevada liquidez” e deve usá-la para servir quem mais precisa. Mas, para Fernando Negrão, esta entidade é um “Robin dos Bosques ao contrário”. O novo líder parlamentar do PSD mostra-se totalmente contra a entrada da Santa Casa no Montepio.

A Santa Casa de Misericórdia de Lisboa existe para servir os pobres. As fontes de rendimento são muito diversificados”, responde António Costa no debate quinzenal, destacando que uma dessas fontes é o monopólio do jogo, o que lhe dá “elevada liquidez”. Essas receitas devem ser aplicadas em instrumentos que multipliquem a receita para servir os pobres, argumenta o primeiro-ministro.

Para António Costa, “se for um bom investimento é desejável que seja feito. Se não for um bom investimento é desejável que não seja feito”, concluiu, rejeitando “precipitar-se” numa opinião antes de ter acesso à auditoria. “A administração do Banco de Portugal, consultada, não demonstrou uma apreciação negativa”, disse, revelando ainda que há “outras instituições do terceiro setor que têm demonstrado interesse em participar nesta operação”.

"[A entrada da Santa Casa no Montepio] faz-me lembrar o Robin dos Bosques, mas ao contrário. É tirar dinheiro aos pobres para pôr nos bancos, o que não parece nada bem.”

Fernando Negrão

Líder parlamentar do PSD

Mas esta posição não é partilhada por Fernando Negrão. Na sua primeira intervenção enquanto líder parlamentar do PSD, afirma que a entrada da SCML no Montepio faz “lembrar o Robin dos Bosques, mas ao contrário. É tirar dinheiro aos pobres para pôr nos bancos, o que não parece nada bem”.

“Somos contra [a entrada da Santa Casa no Montepio] e eu diria em qualquer circunstância. Rui Rio já disse que era contra esta operação. Esta é uma operação de grande risco”, afirmou Fernando Negrão.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Montepio: Costa diz que Santa Casa existe “para servir os pobres”. Para Negrão, “é o Robin dos Bosques ao contrário”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião