Câmara de Lisboa e Second Home criam programa de imersão em Londres

Autarquia e espaço de cowork querem aproveitar o potencial do escossistema lisboeta e acelerar ligação com Londres. Programa acontece quatro vezes por ano e tem 50 vagas disponíveis.

A Câmara Municipal de Lisboa resolveu juntar-se ao Second Home para criar um programa imersivo em Londres de maneira a acelerar e internacionalizar as startups, aumentar a atração de investimento e aumentar o crescimento e a criação de emprego.

Com este protocolo, a cidade de Lisboa “estabelece ligações estratégicas com alguns dos mais inovadores hubs internacionais, para desenvolver iniciativas em dois eixos distintos: organizar bootcamps e serviços à chegada para startups que querem entrar no mercado português e, ao mesmo tempo, na co-criação de oportunidades para que as startups portuguesas possam escalar negócio e chegar a novos mercados“, explica a autarquia em comunicado.

Este projeto, uma parceria entre a câmara e a empresa que cria e dinamiza espaços de cowork — que chegou a Lisboa há pouco mais de um ano –, surge na sequência do facto de Lisboa ter assinado, em 2017, um Memorando de Entendimento com hubs internacionais como Amesterdão, Telavive, Paris e Londres.

Também durante o ano passado, a autarquia assinou outro acordo com a London and Partners, agência de investimento de Londres, com o objetivo de acelerar as parcerias em vários campos do empreendedorismo e inovação entre portugueses e a capital do Reino Unido. “Acreditamos que a internacionalização dos ecossistemas empreendedores é importante para escalar startups, atrair investimento e aumentar o crescimento e a criação de emprego”, explica a câmara no comunicado enviado às redações.

O programa de imersão foi lançado esta semana, em Lisboa. A call está aberta e inclui uma semana de imersão [que pode realizar-se em quatro períodos do ano: primavera, verão, outono e inverno] em Londres, tendo disponíveis 50 vagas para o efeito.

Paulo Soeiro de Carvalho, responsável pela direção municipal de Economia e Inovação da Câmara de Lisboa, explica que ” esta experiência é uma mais-valia para qualquer empreendedor, empresário ou startup que irá marcar a diferença.” Londres é assim a primeira cidade a participar no programa de intercâmbio de experiências entre empreendedores de Lisboa e de outras cidades. Seguem-se Amesterdão, Telavive e Paris. Mais informações estão disponíveis no site da Made of Lisboa.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Câmara de Lisboa e Second Home criam programa de imersão em Londres

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião