Resultados desapontam. Jerónimo Martins afunda 8% para mínimos do ano

A retalhista está sob forte pressão nesta sessão, arrastando o PSI-20 para perdas de quase 2%. A queda acontece após a divulgação de dados um pouco aquém do esperado na quarta-feira.

As ações da Jerónimo Martins estão sob forte pressão na sessão desta quinta-feira. O título derrapa 8%, com os investidores a reagirem negativamente aos resultados apresentados pela empresa nesta quarta-feira, mas também a corrigir após os ganhos recentes. A empresa é a principal responsável pelo tombo de perto de 2% do PSI-20.

A Jerónimo Martins vê as suas ações desvalorizarem 7,8%, para os 15,73 euros, o que corresponde ao patamar mais baixo desde o início do ano. Em resultado deste tombo, a retalhista vê o seu valor de mercado encolher em 836 milhões de euros face ao fecho da sessão anterior.

Jerónimo Martins em forte queda

“Destaco a Jerónimo Martins com resultados abaixo do esperado que estão a penalizar claramente as ações. É um título que tinha subido bastante antes dos resultados, num setor que está em transformação com grandes desafios para as empresas”, justificou Gualter Pacheco, trader da Go Bulling, citado pela Reuters.

A derrapagem desta sessão acontece depois de no final desta quarta-feira a Jerónimo Martins ter divulgado uma quebra de 35% dos seus lucros de 2017, face ao valor registado no ano anterior. Os investidores não apreciaram o balanço das contas anuais da retalhista que viu as margens do seu negócio caírem e também apresentou um cash flow aquém do esperado no último trimestre do ano.

Nesse período, o cash flow da Jerónimo Martins foi de 170 milhões de euros, aquém das estimativas dp CaixaBank/BPI. “Em termos de cash flow, a empresa registou uma evolução pior do que o esperado face aos 190 milhões de euros da nossa estimativa e aos 219 milhões do consenso”, afirmaram os analistas do CaixaBank/BPI numa nota, acrescentando que tal se deveu aos impostos pagos que foram mais elevados do que o esperado no período.

(Notícia atualizada às 11h40 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Resultados desapontam. Jerónimo Martins afunda 8% para mínimos do ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião