Estado chinês reforça posição na EDP. Já controla quase 30%

  • ECO
  • 5 Março 2018

O Estado chinês já controla, diretamente e através da empresa estatal China Three Gorges, 28,25% da EDP. O reforço terá custado perto de 200 milhões de euros.

A República Popular da China reforçou a posição que detém na EDP. O Estado chinês controla agora, diretamente, perto de 5% da energética portuguesa, segundo a informação avançada pelo Expresso (acesso pago), que consta do Relatório e Contas da EDP, relativo ao ano passado. Indiretamente, a China já controla quase 30%.

O reforço da posição concretizou-se no final do ano passado, com a compra de ações representativas de 1,96% do capital da EDP. O Estado chinês, que detinha diretamente 3,02% da empresa liderada por António Mexia, passou, assim, a deter 4,98%, num total de 182.081.216 ações, segundo a informação que consta do último relatório e contas.

Esta aquisição terá custado perto de 200 milhões de euros, tendo em conta a cotação e a capitalização bolsista da EDP, que ronda os 10 mil milhões de euros.

Para além da posição direta que o Estado chinês controla na EDP, a República Popular da China controla ainda uma fatia significativa da elétrica, através empresa estatal China Three Gorges, que detém 23,27% da EDP. A China passou, assim, a controlar 28,25% da empresa portuguesa.

Como lembra o Expresso, basta que os chineses queiram reforçar em apenas cinco pontos percentuais para que sejam obrigados a lançar uma oferta pública de aquisição (OPA), uma obrigação que surge quando um acionista ultrapassa o limite de um terço dos direitos de voto.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Estado chinês reforça posição na EDP. Já controla quase 30%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião