A tarde num minuto

Não teve tempo de ler as notícias esta tarde? Fizemos um best of das mais relevantes para que fique a par de tudo o que se passou, num minuto.

O Governo vai enviar para o Parlamento até ao final deste mês um diploma que prorroga alguns benefícios fiscais de forma transitória. Porém, a proposta de lei também sugere o fim de alguns deles. O Ministério das Finanças dá aos contribuintes até 31 de julho fazerem a correção das declarações de IRS em resultado da devolução da Taxa de Proteção Civil.

O Governo aprovou esta quinta-feira uma proposta que mexe em 15 benefícios fiscais. A ideia é prorrogar de forma transitória alguns benefícios até que haja conclusões do estudo geral que está a ser feito, mas a proposta que chegará ao Parlamento até ao final do mês prevê algumas revogações.

A devolução por parte da Câmara Municipal de Lisboa (CML) da Taxa de Proteção Civil vai obrigar os proprietários de imóveis a corrigir as respetivas declarações de IRS. Os proprietários têm até 31 de julho para fazer esta correção.

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) vai entrar no Montepio. Mas conta com a contribuição das outras misericórdias e IPSS para alcançar o investimento necessário: até 48 milhões por 2% da instituição financeira agora liderada por Carlos Tavares. A SCML investirá 20 milhões de euros, mas as restantes instituições dizem que vão dar contributos meramente simbólicos. Então, de onde vêm os restantes quase 30 milhões?

A proteção de dados vem aí, mas não para as administrações públicas. Pelo menos durante três anos. O Governo aprovou esta quinta-feira uma proposta de lei que prevê a isenção de coimas para o Estado em caso de infração — algo que deve ser reapreciado após os três anos. A ministra da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques, estimou os custos administrativos com o novo regulamento na ordem de “centenas de milhões”.

O tiro de partida da guerra comercial está dado. Donald Trump anunciou esta quinta-feira a imposição de tarifas às importações oriundas da China. Os produtos incluídos vão para além do aço e do alumínio anunciados inicialmente, totalizando um valor que poderá chegar aos 60 mil milhões de dólares.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

A tarde num minuto

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião