Galp vai instalar 18 novos postos de abastecimento elétricos. Vão ser 36

A Galp vai instalar 18 novos postos de abastecimento elétricos em Lisboa e no Porto, totalizando assim 36. Esta medida torna a energética o "principal player no carregamento rápido do país".

A Galp vai duplicar o número de postos de abastecimento elétricos, através da instalação de novos carregadores durante este ano. Esta medida contribuiu de forma bastante significativa para a descarbonização do transporte individual. Espalhados pelo país existem 55 pontos para carregar os carros elétricos, sendo que 18 são da responsabilidade da Galp, aos quais se vão juntar outros 18 dentro de meses.

A empresa de energia vai instalar 18 novos postos de abastecimento elétricos ainda este ano, quatro em Lisboa e três no Porto, “reforçando, assim, a sua posição como principal player no carregamento rápido do país”, lê-se no comunicado enviado. Nessa altura, vai passar a ter 36 carregadores deste tipo, “contribuindo decisivamente para a descarbonização do transporte individual”.

Com a instalação destes postos, os utilizadores de veículos elétricos vão poder realizar viagens de longa distância nas principais vias do país, sem a ansiedade de controlo da autonomia das baterias, permitindo a carga de 80% da bateria em cerca de 20 minutos.

Atualmente, existem cerca de 8.000 veículos elétricos a circular nas estradas portuguesas, e as suas vendas têm vindo a duplicar nos últimos anos, refere a Galp. O primeiro posto de abastecimento elétrico instalado na Europa foi da empresa portuguesa, em 2010, na área de serviço de Oeiras, na A5. Seguiram-se Pombal e Aveiras, na A1, que permitiram unir Lisboa e Porto em ambos os sentidos.

Em 2016 foram instalados novos pontos na A2, entre Lisboa e o Algarve, “distribuídos de forma a garantir intervalos adequados à autonomia média dos veículos elétricos e permitindo a ligação do país de norte a sul”, lê-se no comunicado. O ano passado somaram-se outros sete pontos de carregamento, totalizando 18.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Galp vai instalar 18 novos postos de abastecimento elétricos. Vão ser 36

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião