Hoje nas notícias: Manuel Pinho, imobiliário e lei laboral

  • ECO
  • 23 Março 2018

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que marcam o dia.

O FBI está a ajudar as autoridades portuguesas na investigação a Manuel Pinho, ex-ministro da Economia, no âmbito do processo dos CMEC. Na imprensa económica, o foco vai para a as alterações à legislação laboral, que vão estar em cima da mesa na concertação social esta sexta-feira. Há também novidades quanto à entrada da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa no capital do Montepio.

FBI ajuda Portugal a investigar Manuel Pinho

Os procuradores responsáveis pelo processo dos Custos de Manutenção do Equilíbrio Contratual (CMEC) pediram ajuda ao regulador da bolsa norte-americana (SEC, na sigla em inglês) e ao FBI para investigar Manuel Pinho, o ex-ministro da Economia que está envolvido neste caso e que deu aulas na Universidade de Columbia. Os investigadores querem cruzar elementos entre as doações feitas pela EDP à universidade nova-iorquina e os contratos dos CMEC, negociados entre Manuel Pinho e a elétrica. O FBI enviou às autoridades portuguesas uma lista de documentos da universidade com dados relativos a Pinho, montantes doados por empresas à universidade (onde se inclui a EDP) e salários pagos a docentes. Leia a notícia completa no Correio da Manhã.

Governo admite reduzir para 18 meses duração máxima dos contratos a prazo

Arrancam esta sexta-feira as negociações entre Governo e parceiros sociais para fazer alterações à legislação laboral. Em cima da mesa estão medidas como a redução da duração máxima dos contratos a prazo, os limites às renovações dos contratos de trabalho temporário, o fim do banco de horas individual e os prazos para a caducidade das convenções coletivas. Isto para além de uma nova taxa para penalizar as empresas com demasiados contratos a termo certo. Quanto à duração destes contratos, o Governo já admite reduzir o prazo máximo permitido para 18 a 24 meses. Leia a notícia completa no Jornal Económico (acesso pago).

 

Governo limita benefícios fiscais à banca estrangeira

O Governo aprovou, esta quinta-feira, uma proposta que limita a isenção de IRC de que gozam os juros de depósitos feitos por bancos sediados fora de Portugal. O objetivo é manter o direito à isenção, mas apenas se os bancos estrangeiros não tiverem sede em paraísos fiscais e se não forem dominados por bancos nacionais. Leia a notícia completa no Jornal de Negócios.

Nascem quatro imobiliárias por dia

Mais de metade das imobiliárias a operar em Portugal nasceram nos últimos dois anos. O boom nas vendas e o aumento dos preços tem resultado numa aceleração do setor imobiliário e, só ano passado, foram licenciadas 1.385 novas mediadoras, mais 30% do que em 2016. Significa isto que, por dia, nascem quase quatro imobiliárias. Ao todo, Portugal já conta com 5.445 mediadoras em atividade, com vendas que aumentaram em quase 50% nos últimos dois anos. Leia a notícia completa no Diário de Notícias.

Sapadores que ajudem Governo na limpeza de florestas têm duas folgas

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) vai oferecer duas folgas aos sapadores que ajudarem o Governo na “grande ação de limpeza da floresta”, anunciada na semana passada por António Costa, que está marcada para os dias 24 e 25 de março. Para esta ação, o Governo abriu um concurso para recrutar 500 sapadores florestais. Serão ainda mobilizados mil militares, que também terão direito a folgas por, este sábado, estarem ao lado de 20 membros do Governo na limpeza das florestas. As autarquias mostram-se indignadas com esta convocatória. Leia a notícia completa no jornal i.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Manuel Pinho, imobiliário e lei laboral

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião