Santander deixa cair a marca Totta. Agora passa a Santander Portugal

  • ECO e Lusa
  • 23 Março 2018

O banco liderado por António Vieira Monteiro quer sublinhar "a afirmação da portugalidade da instituição"

O Banco Santander Totta vai mudar a imagem e passar a designar-se Banco Santander Portugal, no âmbito da estratégia de renovação da marca global Santander, anunciada esta sexta-feira.

“O banco em Portugal assumirá progressivamente esta nova imagem e a prazo prevê-se que o Banco Santander Totta evoluirá para Banco Santander Portugal, sublinhando a afirmação da portugalidade da instituição”, afirma o presidente da comissão executiva do banco, António Vieira Monteiro, citado num comunicado divulgado esta manhã.

Segundo salientou, “o Santander Portugal continuará a funcionar como até aqui como filial com total autonomia de capital e de liquidez”.

A renovação da marca Santander a nível global também foi anunciada esta sexta-feira. No Twitter, o banco espanhol publicou vários vídeos a dar conta da novidade.

A nova imagem surge 10 anos depois da última renovação do logótipo, criado em 2007. Ana Botín, presidente do grupo Santander, diz que a nova imagem, “mais moderna e adequada aos canais digitais”, vai “transmitir melhor a nova cultura corporativa e reforçar a estratégia” do Santander de se tornar “numa plataforma digital e aberta de serviços financeiros”, cita o jornal espanhol Cinco Días.

Esta manhã, Ana Botín anunciou ainda que o conselho de administração do Santander vai propor aumentar o dividendo a distribuir pelos acionistas em 4,5%, para os 23 cêntimos por ação.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Santander deixa cair a marca Totta. Agora passa a Santander Portugal

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião