Nicolas Sarkozy formalmente acusado de corrupção

O antigo Presidente de França foi formalmente acusado de corrupção e tráfico de influências no âmbito do financiamento ilegal líbio à campanha de 2007, segundo avançou a imprensa internacional.

Nicolas Sarkozy, ex-Presidente de França.Wikimedia Commons

O antigo Presidente francês, Nicolas Sarkozy, vai mesmo enfrentar a Justiça num novo processo em que é acusado de corrupção e tráfico de influências, de acordo com a BBC, que cita informações obtidas pela agência AFP e pelo jornal Le Monde. Suspeita-se que Sarkozy tenha influenciado um juiz que tinha em mãos o dossiê do alegado financiamento ilegal líbio na campanha eleitoral de 2007.

O ex-Chefe de Estado é agora formalmente acusado, segundo a imprensa internacional, na sequência da detenção ocorrida no passado dia 20 de março e poucos dias depois de também ter sido indiciado pelo crime de financiamento ilegal. O juiz Gilbert Azibert e o advogado de Sarkozy também deverão ser acusados no âmbito do mesmo processo. Todas as acusações têm vindo a ser negadas pelos próprios.

Este caso é paralelo ao do alegado financiamento ilegal da campanha. Sarkozy terá sido apanhado em escutas telefónicas. Estas, alegadamente, mostram como terá usado um nome falso (Paul Bismuth) para oferecer ao juiz Gilbert Azibert um cargo prestigiado no Mónaco em troca de informação privilegiada sobre o dossiê das suspeitas de financiamento ilegal de Muammar Khadafi à campanha.

Já no caso principal, o do financiamento ilegal, Sarkozy foi indiciado no passado dia 21 de março pelos crimes de corrupção passiva, financiamento ilegal de campanha eleitoral e encobrimento de fundos públicos da Líbia. Um dia antes, tinha sido ouvido durante cerca de 25 horas pelos investigadores a cargo do processo, na sede da Polícia Judiciária de Nanterre, perto de Paris, como noticiou o ECO na altura.

(Notícia atualizada pela última vez às 16h09)

Comentários ({{ total }})

Nicolas Sarkozy formalmente acusado de corrupção

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião