Miguel Stilwell de Andrade é o novo administrador financeiro da EDP

A elétrica já escolheu o nome que vai substituir o histórico Nuno Alves no lugar de administrador financeiro.

A assembleia-geral da Energias de Portugal (EDP) desta quinta-feira deu luz verde à continuação da nova administração liderada por António Mexia.

Agora chegou a altura de distribuição dos pelouros e o ECO apurou que Miguel Stilwell de Andrade foi o escolhido para ficar com o cargo de CFO, um dos mais sensíveis e importantes na administração.

Miguel Stilwell de Andrade transitou da administração anterior e, na altura, ocupava o cargo de presidente da EDP Comercial. Agora vai para o lugar de Nuno Alves que acumulava o cargo de administrador financeiro e representante para as relações com o mercado e com a CMVM. Nuno Alves sai da maior elétrica nacional para se dedicar a projetos pessoais.

Os acionistas da EDP aprovaram a nova administração da empresa liderada por António Mexia com 99,7% dos votos. Estes são os outros nomes que vão fazer parte da gestão da elétrica:

  • João Manuel Manso Neto
  • António Fernando Melo Martins da Costa
  • João Manuel Veríssimo Marques da Cruz
  • Miguel Nuno Simões Nunes Ferreira Setas
  • Rui Manuel Rodrigues Lopes Teixeira
  • Maria Teresa Isabel Pereira
  • Vera Pinto Pereira

O Conselho Geral e de Supervisão será presidido por Luís Amado, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros do Governo socialista de José Sócrates. Amado ocupará o cargo até agora de Eduardo Catroga que continuará neste órgão como representante do maior acionista da EDP, os chineses da China Three Gorges.

(Notícia atualizada às 12h44)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Miguel Stilwell de Andrade é o novo administrador financeiro da EDP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião