Certificados captam mais 100 milhões. Aforro perde dinheiro

Os produtos de poupança do Estado conseguiram atrair mais de 100 milhões de euros no último mês, mas apenas à custa dos certificados do Tesouro. Os de aforro estão a perder dinheiro há 17 meses.

Os certificados atraíram mais de 100 milhões de euros no último mês. Foi o valor mais elevado desde outubro, à custa dos Certificados do Tesouro Poupança Crescimento (CTPC) já que os certificados de aforro voltaram a perder dinheiro. Há 17 meses consecutivos que as baixas taxas deste produto ditam a saída de investidores.

De acordo com os dados do Banco de Portugal, em março entraram 117 milhões de euros nos CTPC, produto lançado em novembro pelo Estado, substituindo os Certificados do Tesouro Poupança Mais. O valor captado por estes novos títulos é o mais elevado desde a introdução, mas é muito inferior ao registo dos CTPM que tinham uma taxa bruta média anual de 2,25%. Estes pagam 1,38%, mas têm mais bónus com o PIB.

Enquanto os certificados do Tesouro continuam a captar poupança das famílias, ainda que a um ritmo bem menor que no ano passado, os certificados de aforro veem sair dinheiro. Há 17 meses consecutivos que o saldo entre novas subscrições e resgates é negativo, tendo a saída de capital ascendido a 12 milhões no mês de março.

No acumulado do ano, os certificados de aforro perdem 36 milhões, enquanto os CTPC captam 326 milhões de euros. O saldo global é positivo em 290 milhões de euros, um valor ainda assim bastante aquém dos 794 milhões captados nos mesmos três meses do ano passado, de acordo com os dados do Boletim Estatístico. No total, as famílias têm 27.264 milhões de euros investidos em dívida do Estado.

Comentários ({{ total }})

Certificados captam mais 100 milhões. Aforro perde dinheiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião