Bankinter aumenta lucros para 143 milhões nos primeiros três meses

  • Rita Atalaia
  • 27 Abril 2018

O banco aumentou os lucros em 15% face aos primeiros três meses do ano passado. Para este resultado, a operação em Portugal contribuiu com um lucro antes de impostos de 19 milhões de euros.

O Bankinter registou lucros de 143 milhões de euros nos primeiros três meses do ano, o que representa uma melhoria face aos 124,4 milhões no mesmo período do ano passado. Para este resultado, a operação em Portugal contribuiu com lucros antes de impostos de 19 milhões, “confirmando assim a sua contribuição positiva para os resultados do grupo”, de acordo com a instituição financeira.

“O Grupo Bankinter inicia o ano de 2018 com a mesma tendência de crescimento rentável e recorrente já demonstrada em anos anteriores, mantendo a diversificação sólida e complementar de todas as suas linhas de negócio”, lê-se no comunicado enviado pelo banco às redações. Durante este período, registou lucros de 143 milhões de euros, um crescimento de 15% face ao período homólogo, “beneficiando do forte crescimento das receitas”.

"O Grupo Bankinter inicia o ano de 2018 com a mesma tendência de crescimento rentável e recorrente já demonstrada em anos anteriores, mantendo a diversificação sólida e complementar de todas as suas linhas de negócio.”

Grupo Bankinter

Quanto à margem bruta, esta alcançou os 500,4 milhões de euros. Ou seja, aumentou 9,1%, quando comparado com os primeiros três meses do ano passado, devido sobretudo “à contribuição das comissões, que aumentaram 8,7%”.

Em relação à rentabilidade, houve uma “melhoria relevante, com um ROE de 13,3%”. O banco “reforça assim a sua solvência no trimestre e alcança um rácio de capital totalmente implementado de 12%“, refere o banco espanhol.

Olhando para a operação em Portugal, esta “alcançou 34,4 milhões de euros de margem bruta a 31 de março de 2018, e resultados antes de impostos de 19 milhões de euros, confirmando assim a sua contribuição positiva para os resultados do grupo”.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Bankinter aumenta lucros para 143 milhões nos primeiros três meses

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião