Carlos Liberato Baptista demite-se de presidente da ADSE

  • ECO
  • 30 Abril 2018

O dirigente do subsistema de saúde dos funcionários públicos terá apresentado a demissão esta segunda-feira por motivos pessoais.

O presidente da ADSE apresentou esta segunda-feira a demissão do cargo, de acordo com o jornal Público. Carlos Liberato Baptista liderava o subsistema de saúde dos funcionários públicos desde janeiro de 2017, e terá saído por razões pessoais.

Contactado pelo ECO, o ministério da Saúde que, juntamente com as Finanças, tutela a ADSE assinalou que o ministro Adalberto Campos Fernandes aceitou a demissão do presidente do subsistema, que alegou motivos pessoais.

Decorrem nas últimas semanas as negociações entre a ADSE e e a Associação Portuguesa da Hospitalização Privada (APHP) para a determinação dos valores finais na tabela de preços para a prestação de cuidados de saúde. Na sexta-feira passada, a ADSE apresentou as suas contas de 2017 ao Conselho Geral e de Supervisão, dando a conhecer que, apesar de ainda ter um excedente, as suas receitas crescem a uma velocidade muito inferior à das despesas.

Carlos Liberato Baptista era diretor-geral da ADSE desde 2015, e em 2017, quando a ADSE passou a ser um instituto público, foi então convidado para presidir ao instituto.

Notícia atualizada às 22:25 com informação do Ministério da Saúde.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Carlos Liberato Baptista demite-se de presidente da ADSE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião