Airbnb traz 54 mil hóspedes para Lisboa na semana do Festival da Eurovisão

Entre 7 e 13 de maio, a capital vai contar com mais de 50 mil hóspedes, vindos de mais de 100 países. Os franceses e os britânicos são as nacionalidades que lideram as reservas.

Com os dias contados para o início do Festival da Eurovisão, o número de estrangeiros a voar para Lisboa nessa semana já é conhecido. Os anfitriões registados no Airbnb vão receber nessa altura mais de 50 mil hóspedes, vindos de mais de 109 países, cobrindo os cinco continentes. Face à mesma semana do ano passado, estes números representam um aumento de 83%.

De acordo com estimativas adiantadas pela plataforma de reserva de alojamento, na semana de 7 a 13 de maio, Lisboa vai receber quase 54 mil hóspedes vindos de mais de 4.300 cidades. Para o Airbnb, este aumento de mais de 80% face à mesma semana do ano passado “não é propriamente uma surpresa”, uma vez que já tinha sido revelado que as pesquisas de casas para esse período tinham “aumentado 42%, deixando apenas 15% de todos os anúncios de alojamento disponíveis para reserva no mês de abril”, lê-se no comunicado.

Durante essa semana do festival, a reserva mais comum feita na plataforma inclui “dois a três hóspedes que ficarão em Lisboa por seis noites e que pagarão uma tarifa média por quarto de 65 euros“.

Franceses são os líderes em reservas nessa semana

A lista das principais nacionalidades a rumar à capital durante esses dias é “verdadeiramente global”, com quatro dos “big five” (países cujos representantes têm acesso automatizado à final) a liderar a tabela com mais visitantes. Em primeiro lugar está França, à frente do Reino Unido, dos Estados Unidos, da Alemanha e de Espanha. A segunda metade deste ranking é ocupada pelo Brasil, Holanda, Canadá e Itália. Em décimo está a Austrália, “que tem sido um país convidado desde a sua edição de 2015”.

No que diz respeito a cidades, Londres conta mais “eurofãs”, como o Airnb lhes chama, à frente de Paris, Madrid, Rio de Janeiro e Berlim.

“O papel do Airbnb durante grandes eventos como o do Eurofestival é cada vez mais importante, pois a plataforma permite que os anfitriões portugueses ganhem um pouco mais de dinheiro partilhando a sua casa e conhecimentos, beneficiando da chegada do turismo à cidade“, diz Arnaldo Muñoz, country manager da Airbnb Markerting Services em Portugal e Espanha.

Para além das reservas, a plataforma de reserva de alojamento descobriu ainda quais as atividades preferidas dos hóspedes, sendo as experiências relacionadas com comida, passeios históricos pela cidade e workshops de surf na costa as mais procuradas.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Airbnb traz 54 mil hóspedes para Lisboa na semana do Festival da Eurovisão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião